Concordancia verbal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1062 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Concordância Verbal
[pic]
Concordância Verbal é a relação que faz com que um verbo se flexione em número e pessoa de acordo com seu sujeito.
I – REGRA GERAL: SUJEITO SIMPLES - verbo concorda com seu sujeito em número e pessoa.

Ex: [Viviam felizes ] [os povos primitivos.]
Eu cheguei. Nós chegamos.
( Verbo ( Suj. simples
Sobraram várias etiquetas.
Restam poucas esperanças.Resta apenas uma fatia de pão.
Existem muitos obstáculos que precisam ser superados.
Faltou somente um aluno.
Faltam três minutos para a reunião começar.

II – SUJEITO COMPOSTO:

2.1 – anteposto ao verbo: - verbo no plural.

[ Pai e filho ] se estimam muito.

2.2 – posposto ao verbo - verbo concorda com o núcleo mais próximo ou vai para o plural.

Ex: Vai falar [ o presidente e oministro]. / Vão falar [ o presidente e o ministro].

3. - de pessoas gramaticais diferentes: verbo irá para o plural da pessoa de preferência. ( 1ª (eu) prevalece sobre a 2ª (tu) e esta prevalece sobre a 3ª (ele) ).

1ª + 2ª + 3ª = plural da pessoa de preferência (1ª pessoa)
eu + tu + ele = Nós (1ª p. Pl.) Ex: Eu, tu e ele passeamos muito durante as férias.
eu +tu = Nós (1ª p. Pl.) Eu e tu passeamos durante as férias.
tu + ele = Vós / Eles (2ª ou 3ª p. Pl.) Ex: Tu e ele passeais ou passearam muito.


4. – Núcleos sinônimos: verbo normalmente no plural, sendo o singular autorizado pelos gramáticos:

Ex: O medo e o pavor tomaram / tomou conta da população.
Fama e celebridade fazem / faz o homem menos livre.



OutrosCasos


.

I - As expressões UM DOS QUE, UMA DAS QUE : pedem o verbo no plural (de preferência) ou singular.

Ex: André foi um dos que mais reclamaram. (ou reclamou)


II – Sujeito formado por nome próprio (de obra ou lugar) no plural. Podem ocorrer duas situações:
Com o nome precedido de artigo: verbo no plural. Se não vier acompanhado de artigo, verbo no singular.
Ex:
OsLusíadas representam a epopéia portuguesa.
Os Estados Unidos exportam para o mundo todo.
Mas Vassouras não o esquecerá tão cedo.




III – Sujeito formado por ( parte de, a maioria de, grande parte de) seguidas de plural: verbo no singular ou plural.

Ex:
A maioria dos gramáticos abona ou abonam esta construção.
A maior parte dos alunos cometeu ou cometeram o mesmo erro na prova.

IV –Sujeito formado por mais de, cerca de, menos de, perto de, obra de, colocadas antes de um número: verbo concorda com o número.
Ex:
Cerca de cem pessoas aplaudiram o artista.
Mais de um gerente faltou à reunião.

Observação: Se a expressão vier repetida ou houver idéia de reciprocidade: verbo no plural.
Ex:
Mais de uma revista, mais de um jornal noticiaram a farsa.
Mais de uma pessoa se deramas mãos.

V– Sujeito coletivo: verbo no singular. Só irá para o plural se o coletivo for plural.
Ex:
O povo trabalha. / Os povos se irmanaram.
O pessoal combinou tudo.

OBS: Se o coletivo for geral (exército, tropa, bando, turma, grupo, etc.) ou numérico (casal, trinca, dúzia, terço, par, etc.) Verbo: singular ou plural.
Ex: Uma dúzia de ovos custa caro.
Um bando de avessobrevoou ou sobrevoaram minha casa.

VI – Verbos DAR, BATER E SOAR : nas indicações de horas, a concordância é feita com a expressão numérica, caso o sujeito , representado pelo instrumento que indica horas, não venha materialmente expresso.

Deram nove horas. (sujeito = nove horas)
Iam dar nove horas no relógio da matriz.
( Suj.
Deu nove horas o relógio damatriz.
( Suj.

VII – Sujeito representado por pronome de tratamento: verbo e pronome que se referem a essas expressões ficam na 3ª pessoa.
Ex:
Vossa Excelência está com o seu relatório?

VIII – Sujeito representado por expressões de porcentagem: Verbo concorda com o substantivo que acompanha o numeral.
Ex:
25% dos trabalhadores vivem lutando por melhores salários.
1% dos trabalhadores...
tracking img