Conceitos de arte moderna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1637 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONCEITOS DE ARTE MODERNA









SANDRA ASSENÇO NAVARRO, R. A. 1056183
LICENCIATURA EM ARTES




















Mogi Guaçu
2010












1. IMPRESSIONISMO




Não há como falar do impressionismo sem citar Edouard Manet por ser precursor do impressionismo. Com seu jeito controvertido e contestador, passou a utilizar cores puras,brilhantes e não se ateve ao costume da época em retratar temas históricos. Podemos observar estas características em seu quadro “Almoço sobre a relva”, onde observamos um forte contraste entre o branco da mulher nua e as cores escuras dos outros personagens centrais.

Reafirmando que artisticamente não podemos dissociar a arte do contexto histórico, vale lembrar que foi um período deprofundas mudanças históricas com o advento da industrialização, mecanização e urbanização, que levou a sociedade ao conhecimento do marketing, apropriação do consumismo e acesso a meios de transporte e comunicação que facilitaram, inclusive no âmbito artístico, ao encontro de novas paragens a serem representadas.

A tela “Nascer do Sol” de Monet é tida como primeira obra genuinamenteimpressionista. As formas não são nitidamente percebidas, pois estão sob a ótica das brumas da alvorada que retrata bucolicamente uma paisagem sem pretensão histórica ou social.

O impressionismo se baseia no fato de que o olhar humano necessita apenas de uma sugestão para organizar a imagem, portanto mesmo que ela possa parecer turva sua beleza reside no fato da observação do conjunto, a certadistância, pois a aproximação gera um aparente caos de pinceladas, como observamos na obra “A estação de Saint Lazare” de Monet colocada em foco total e parcial.

Outra característica impressionista e a retratação de uma mesma cena diversas vezes, observada sob variantes causadas pelas mudanças atmosféricas, como observamos nas obras de Monet “Montes de feno” e também na “Catedral deRouen”.

Enfim, as obras tratadas na unidade em questão representam fielmente as principais características impressionistas: cores brilhantes, uso de cores para representar variantes nas sombras, observação de variações ambientais, anulação de contornos, apego a moldes paisagísticos dentre outros que encabeçam o rol das pinturas apresentadas de grandes representantes deste estilo, comoMonet, Renoir, Pissaro, Corot. Sisley, Degas, dentre outros.




2. NEOIMPRESSIONISMO E PÓS-IMPRESSIONISMO




O contexto histórico é de um período com grande instabilidade política e social onde há reivindicação de direitos trabalhistas, ideologia operária e grandes avanços científicos e tecnológicos tais como a invenção da eletricidade, dos automóveis, de edifícios, da aspirinae do cinematógrafo.



1. – NEOIMPRESSIONISMO




O neoimpressionismo foi uma reação do impressionismo que teve como estilo pictórico, pontinhos coloridos para a formação da imagem a fim de dar maior técnica ao impressionismo como observamos nas telas de Seurat “Tarde de Domingo na Ilha de La Grande Jatte” e “Passeio com Macaco”, onde ele fez vários estudos até chegar àobra final que nos apresenta características de perspectiva, diferenças de textura, luz e sombra de forma bastante elaborada.

O divisionismo observado nas obras neoimpressionistas exaltavam a cor como podemos observar também em outra obra de Seraut “ O circo”.

Também o neoimpressionismo conta com Signac e Pissarro que ficou entre o impressionismo e o neoimpressionismo.2. PÓS-IMPRESSIONISMO




O pós-impressionismo é, na realidade, um conjunto de estéticas individuais que serviram de caminho para as várias vertentes da arte moderna.

O pós-impressionismo sofre grande influência das gravuras japonesas como observamos nas obras de Van Gogh “Retrato de Pai Tanguy” e “A Cortesã Japonesa”.

Van Gogh usou pinceladas pontilhistas e...
tracking img