Comportamentos sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1209 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Este trabalho tem como objetivo proposto, os comportamentos sociais que permitem a compreensão do status atribuído à mulher em nossa sociedade e das atitudes desenvolvidas em relação ao seu trabalho e participação social, propondo algumas possibilidade de intervenção na alçada do serviço social, que possam contribuir para a mudança de atitudes.

Ao falar sobre o feminismo no Brasil, devemosinicialmente falar sobre a situação da mulher em nossa sociedade. Durante vários séculos, elas estiveram relegadas ao ambiente doméstico e subalternas ao poder das figuras do pai e do marido. No Brasil, durante a colonização portuguesa, a maioria dos portugueses tomou por força não somente a terra, mas também as mulheres, eles se relacionaram sexualmente primeiro com as índias e depois com escravasafricanas, o que acabou favorecendo assim a tão conhecida miscigenação. As poucas mulheres portuguesas que vieram para o Brasil, nesta época, viviam restritas aos limites da casa e da igreja. Foram por isso, estereotipadas como fracas, submissas, passivas e destituídas do poder na área pública.

 As desigualdades socioculturais entre mulheres e homens, repercutem na esfera da vida pública eprivada de homens e mulheres. Os papéis sociais de cada sexo foram construídos historicamente, com visível imposição do poder masculino em detrimento dos direitos das mulheres. Este processo de dominação envolve as leis, a cultura, a religião, a ciência e a política.

Nos últimos tempos as mulheres têm conquistado um grande passo em direção a liberdade e igualdade, quando se iniciou a luta pelaconquista dos direitos da mulher como cidadã, sendo que em todas as esferas da sociedade existia uma discriminação sobre a figura feminina, não importando sua etnia, religião, classe social ou nacionalidade, todas elas de alguma forma sofreram discriminação.
Apesar de serem taxadas como sexo frágil, elas tem se mostrado forte o bastante para encarar os desafios propostos pelo mercado de trabalhocom convicção e disposição. A fragilidade da mulher, ou melhor, a sensibilidade das mulheres, tem grande colaboração nas influências humanas que se tenta propagar na atualidade, pois, como se sabe, o mundo passa por transformações rápidas e desastrosas que precisam de mudanças imediatas. A mulher consegue transmitir a importante e dura tarefa de mudar hábitos com a clareza e a delicadeza necessáriapara despertar o envolvimento de cada indivíduo e a importância da mudança de cada um.
O avanço feminino frente à política e à economia ainda mostra a força da mulher em perceber e apontar os problemas tendo sempre boas formas de resolvê-los assim como os indivíduos do sexo masculino, o que evidencia o erro de descriminar e diminuir o sexo feminino privando-o a apenas poucas tarefas(domésticas).
A revolução dos costumes engendrada nas décadas passada abriu caminho para que o feminismo se tornasse um movimento de maior força e combatividade. Mesmo sob o contexto da ditadura, as mulheres passaram a se organizar para questionarem mais profundamente seu papel assumido na sociedade. A problemática dos padrões de comportamento passou a andar de mãos dadas com os idéias de esquerda queinspiravam várias participantes desse momento.
Vale ressaltar que a luta pela equidade entre os gêneros acabou criando dilemas significativos em relação à mulher feminista. Lutar pelos direitos da mulher, em muitos momentos, parecia ser a demonstração que a mulher poderia simplesmente assumir os mesmos lugares e comportamentos antes privados ao mundo masculino. Dessa forma, a subjetividade feminina eradeixada de lado para favorecer um ideal de que a “verdadeira feminista” deveria ser combativa e, ao mesmo tempo, embrutecida.

A realidade do crescimento do espaço feminino tem sido percebida pela participação da mulher em diferentes áreas da sociedade que lhe conferem direitos sociais, políticos e econômicos, assim como os indivíduos do sexo oposto.
Na produção social, a mulher participa...
tracking img