Como se filosofar?

Páginas: 9 (2213 palavras) Publicado: 13 de março de 2014
Quando perguntam qual foi o melhor e o pior momento de nossas vidas, todos enchem o peito para falar, mesmo que todos já saibam que ainda virá muitas coisas pela frente. Foi melhor e pior momento da vida deles até agora. Eu não posso dizer o mesmo de mim, porque vivi ambas situações ao fim dos meus dezesseis, ao inicio dos meus dezessete. Quando minha mãe descobriu a traição de meu pai, houve aseparação. Cada um seguiu para um lado diferente. Não era uma simples traição, ele havia outra família há anos. Quando meu pai se mudou para morar com a outra família, minha mãe também achou que seria melhor que nos mudássemos também — as pessoas possuem um péssimo hábito de fugir das coisas como se elas ficassem em um local só. Mal sabem que o pior fantasma é o da nossa própria memória — Todoaquele amor parecia ter se transformado num completo e intenso ódio. Aos meus dezesseis anos, fui transferida para uma escola de nome estranho. Passei uma noite inteira numa festa organizada por meus amigos como uma despedida. Odiava aquela ideia de dizer ”adeus”, era como se nunca mais fosse ver. Qualquer coisa era melhor que adeus, até um simples tchau. De manhã, meus amigos fizeram questão de metrazer; quando cheguei o caminhão já tinha carregado todas nossas mudanças. Senti uma vontade enorme de correr, de não ir, de fazer como aos meus cinco anos e grudar nos pés de minha mãe e fazer birra até que ela me deixasse ficar ou desistir dessa bobagem. Imaginei tudo isto em questão de segundos, mas a única coisa que fiz foi entrar naquele carro e sentar na janela para ficar dando tchau enquantomeus amigos sumiam conforme o carro se distanciava do bairro. Confesso que fiquei ouvindo música para não precisar iniciar um dialogo, mas meu celular desligou e bem, eu tive de enfrenta-la. Aquilo não era uma cidade, se duvidasse nem aparecia no mapa. Chegamos logo pela manhã e via pessoas saindo para fazerem sei lá o quê e imaginava o que tinham na cabeça para estarem aqui. Garanto que seuspais não tinham todos se separado e tido a maravilhosa ideia de se esconderem neste fim de mundo. Minha mãe saiu do carro e olhou tudo em volta. ”O que acha daqui?” ”Estou me sentindo a própria Dorothy Gale, só que sem o meu cachorro Totó e o Leão Covarde, Homem de Lata e o Espantalho.” ”Você se acostuma.” Demoramos uma semana e meia para arrumarmos e colocarmos tudo em seu devido lugar, ainda comuma equipe de pintura e de montadores. Já estava trancada em meu quarto uma semana, e a internet por lá mais falhava do que conectava. O que me fazia colocar em primeiro lugar de minha lista onde nunca pisar os pés, esse nome engraçado dessa cidade. — cômico seria se realmente tivesse uma lista assim — No primeiro dia que resolvi sair para conhecer o local, uma bola voadora saiu dos céus e meatingiu bem na cara e me fez cair de bunda numa poça que havia ao lado. Enquanto surtava e me preparava para assassinar quem tinha feito isto, uma voz rouca pediu para que devolvesse a bendita bola para que o jogo pudesse continuar. Foi então que tive a impressão de sentir meu coração sair pela boca. O garoto de olhos negros e cabelos castanhos cacheados ao invés de estender a mão para me ajudar,agarrou a bola e se virou para ir embora. No momento da raiva me levantei e comecei a discutir, o que me deixava mais brava era o fato dele rir enquanto eu me desenrolava para pronunciar um discurso de bons modos. De manhã, no dia seguinte, fui com minha bicicleta rosa — mesmo odiando rosa — para a padaria. — única que possuía, por sinal — Assim que entrei na fila, ouvi a mesma voz rouca pedindo paraque eu deixasse passar na frente porque estrava atrasado para algo. — o que não consegui entender, porque não me interessava nada em procurar saber — Olhei para trás e ele abriu o maior sorriso cara de pau do mundo. Mesmo que eu tivesse ainda com uma vontade absurda de quebra-lo, deixei passar na frente para que fosse embora logo. Quando chegou minha vez, paguei e me retirei do local. Para minha...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • filosofar
  • filosofar
  • Filosofar
  • o que é filosofar
  • filosofar
  • Filosofar
  • Filosofar é...
  • Filosofar

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!