Cobre

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3913 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Laboratório de Mineralogia Aplicada aos Materiais

1º Estudo Dirigido

Cobre

1. Introdução

Estudos comprovam que um dos primeiros metais a ser usado na antiguidade foi o cobre. Usava-se também o ouro, mas era restrito seu uso para objetos ornamentais, portanto o cobre era o metal usado para a fabricação de utensílios. Na procura do material adequado, distinguem-se as grandesidades da pedra, do cobre, do bronze e do ferro [1, 2].
A princípio, usou-se o metal encontrado no elemento nativo (cobre), mesmo sendo escasso na natureza foi trabalhado a frio ou a fogo, com martelo, atingindo, assim, a forma desejada. Mais tarde ele foi extraído da calcopirita (CuFeS2) [1, 2].
Uma grande evolução foi quando conseguiu obter o cobre na sua forma líquida (temperatura defusão de 1083ºC), mas, para isso, foi necessária a invenção de fornalhas. E, a partir dessa evolução, foi possível a invenção de ligas, surgindo assim o bronze [1, 2].
Os incontáveis objetos encontrados nas escavações confirmam a grande habilidade dos povos antigos em preparar o cobre. Armas, facas, recipientes, utensílios em geral foram encontrados em palácios e túmulos egípcios [1, 2].No campo industrial, a exigência de cobre ficou limitada, próximo a 1799, quando Alexandre Volta construiu sua maravilhosa pilha e, daquele modesto aparelho, no qual o cobre também teve sua parte, nasceu a mais importante revolução industrial da história, determinada pela energia elétrica [1, 2].
O cobre puro é, entre os metais, um dos melhores condutores de eletricidade (somente aprata o supera) e, portanto, seu consumo aumentou extraordinariamente, com o desenvolvimento da indústria elétrica. As instalações telefônicas e telegráficas, as centrais hidrelétricas, os motores, os dínamos, os transformadores, os aparelhos de rádio, os cabos e os fios absorvem, hoje, uma quantidade enorme de cobre puro, que não pode ser substituído na maior parte dos casos, por nenhum outro metal.E como as aplicações elétricas se multiplicam, o consumo de cobre torna-se cada vez maior [1, 2].
Em proporções mais modestas, ele é usado puro ou em liga, nas indústrias mecânicas (automóveis, locomotivas), nas bélicas e nas construções, e, além disso, sob forma de compostos (sulfetos - calcopirita e óxidos - cuprita), nas indústrias químicas. Naturalmente, a grande extração e exploraçãodos últimos decênios faz com que as jazidas fiquem cada vez mais pobres e a descoberta de novas é pouco provável [1, 2].
A produção de cobre exige uma série de operações algumas longas e complicadas, principalmente, devido ao mineral de minério de cobre extraído ser, normalmente, muito pobre em metal. Enquanto um minério de ferro, para ser explorado, deve conter 30% ou 40% do metal, para ocobre é necessário muito menos, ou seja, de 3% a 1% já suficiente para tornar viável sua extração [1, 2].
Após este longo ciclo produtivo, o cobre é lançado ao comércio trabalhado de acordo com os fins a que se destina. Para se ter uma idéia do aumento da produção mundial de cobre, nestas últimas décadas, basta apenas citar que, há um século atrás, a produção beirava 100-150 mil toneladasanuais e, hoje, atinge cerca de 2 milhões e meio de toneladas [1, 2].
Destes, quase um terço é produzido pelos Estados Unidos, cujas jazidas cupríferas mais abundantes se encontram no Arizona, no Utah, no Novo México, em Montana, em Michigan. Aos Estados Unidos, seguem-se a Rodésia, o Chile, a Rússia, o Canadá e o Congo Belga. A Europa consome cobre muito mais do que produz. Minas de certaimportância encontram-se na Iugoslávia, na Finlândia, na Suécia, na Noruega, na Espanha. Na Alemanha, a mina de Mansfeld, no maciço de Harz, está em atividade desde o ano de 1200. Ainda tem as minas de Chipre, já exploradas há três ou quatro mil anos antes de Cristo, depois abandonadas e hoje reativadas. O nome clássico do cobre é coprum e deriva justamente dessa ilha [1, 2].

2. Principais...
tracking img