Clostridium spp

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4265 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Clostridium botulinum e Clostridium perfringens
REVISÃO DE LITERATURA

1 INTRODUÇÃO

Os alimentos de origem animal ou vegetal, frescos ou processados, incluindo a água, podem veicular diversos microrganismos, causadores de diversas perturbações fisiológicas nas pessoas que os consomem. Os alimentos que, eventualmente, estejam contaminados por microrganismos causadores de doenças, ao seremingeridos, permitem que os patógenos ou os seus metabólitos invadam os fluídos ou os tecidos do hospedeiro causando algumas doenças graves (PINTO, 1996).
Existem espécies bacterianas que produzem esporos altamente resistentes ao calor (endosporos), que podem resistir aos processos normais de cozedura ou de pasteurização, e que produzem potentes toxinas nos alimentos, se houver condições favoráveisao seu crescimento. Como exemplo, temos o gênero Clostridium que provoca intoxicações alimentares, devido à ingestão de alimentos com toxinas pré-formadas (exotoxinas) (PINTO,1996).
Este gênero inclui a espécie C. perfringens responsável pela produção de uma enterotoxina de natureza proteica de elevado peso molecular e sensível ao calor. As infecções por Clostridium perfringens estão normalmenteassociadas com a ingestão de pratos de carne ou frango pré-cozinhados que não sejam adequada e rapidamente refrigerados (McDONEL, 1980).
O C. botulinum é responsável pela doença conhecida pelo botulismo, intoxicação alimentar grave e, eventualmente, fatal, que afeta o homem causando perturbações neuroparalíticas. Esta espécie produz potentes toxinas de elevado peso molecular e termorresistentes(SHAPIRO et al., 1998)..

2 Clostridium botulinum

O Clostridium botulinum é um bacilo gram-positivo, produtor de esporos, encontrado com frequência no solo, alimentos, fezes humanas e amimais (FRANCO et al., 2001). São bastonetes retos ou levemente curvos com flagelos piritríquios, apresentam cápsula e são móveis, anaeróbicos, com esporos ovais e sub-terminais. Para produzirem a toxinanecessitam de pH básico ou próximo do neutro (CR, 2008).
O termo botulismo, utilizado para designar a intoxicação provocada pelo Clostridium botulinum, provém de botulus, que significa salsicha em Latim, devido ao envolvimento deste alimento nos primeiros casos de botulismo cientificamente comprovados, que ocorreram na Europa, mais exatamente na Alemanha no séc. XVII (FRANCO et al., 2001).
Atualmente,três formas de botulismo são conhecidas: botulismo clássico corresponde à intoxicação causada pela ingestão de alimentos contendo neurotoxinas; botulismo de lesão, que é uma doença infecciosa causada pela proliferação e consequente liberação de toxinas em lesões infectadas com Clostridium botulinum e o botulismo infantil, que é também uma doença infecciosa causada pela ingestão de esporos deClostridium botulinum e subsequente germinação, multiplicação e toxigênese no intestino de crianças com menos de um ano de idade. Uma vez que a toxina é responsável pela sintomatologia do botulismo, as três formas dessa doença são clinicamente muito semelhantes (FRANCO et al.,2001).
C. botulinum ocorre sob duas formas na natureza: quando não possui boas condições para a sua multiplicação, éencontrado sob a forma esporulada, na qual sobrevive no meio ambiente por vários anos; algumas estirpes de C. botulinum podem resistir por até 5 minutos à temperatura de 180°C. Quando as condições são favoráveis, passa para a forma vegetativa onde inicia a sua multiplicação e eventual formação de toxina. Para que isto ocorra, são necessários temperatura, umidade e pH adequados, decomposição de substratoorgânico animal ou vegetal e anaerobiose. As toxinas produzidas por C. botulinum estão entre as mais potentes da natureza. Classificadas dentro dos tipos A a G, elas são antigenicamente distintas, apresentam ação farmacológica semelhante e variações de susceptibilidade nas diferentes espécies animais. Os tipos C e D estão mais comumente envolvidos nas intoxicações dos bovinos (SMITH, 1977; DUTRA...
tracking img