Cirrose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1661 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Cirrose é uma doença crônica caracterizada por substituição do tecido hepático normal por fibrose difusa que rompe a estrutura e a função do fígado (SMELTZER et al, 2009). Segundo Vargas e França (2007) pode se dizer que no Brasil, Estados Unidos e México, o alcoolismo é responsável por mais de 50% dos casos de cirrose. Essa doença representa um sério problema desaúde pública por ser responsável por elevados índices de morbimortalidade, internações hospitalares repetitivas e absenteísmo no trabalho, causando altos custos para a economia e saúde do país. É importante destacar que a sistematização da assistência de enfermagem tem como finalidade organizar as ações do enfermeiro, visando solucionar os problemas encontrados nos pacientes, auxiliando o -mesmo e suafamília a satisfazerem suas necessidades, bem como permitir o enfermeiro a qualificar o cuidado individualizado e humanizado. Tendo em vista a problemática da cirrose na saúde pública, tornam-se imprescindíveis que esforços sejam desprendidos na tentativa de melhorar o prognóstico desses pacientes.

2. CIRROSE

3.1. DEFINIÇÃO:

Cirrose é o nome atribuído à patologia que pode afetar umórgão. Tendo um quadro caracterizado por formação de nódulos e fibroses no fígado, doença comumente associada ao consumo desmedido de álcool e algumas doenças, como a hepatite B e a hepatite C.

3.2. FISIOPATOLOGIA:

O fígado é maior órgão do corpo com um peso aproximado de 2 kilos. Tem forma de gomo e está localizado debaixo do caixa torácica. O fígado é um órgão importante que recebe sanguede duas fontes diferentes. Muitas das substancias transportadas através do sangue são modificadas durante o seu passo pelo fígado. Este órgão leva a cabo uma variedade complexa de funções como: limpar e purificar o sangue, degradar certas substancias químicas no sangue e fabricar outras.
A cirrose é uma doença crônica do fígado que causa necrose nos hepatócitos, que são células funcionais dofígado, fazendo uma substituição por tecido conjuntivo fibroso, sem função, bloqueando o fluxo de sangue através do órgão, com a perda do tecido hepático normal diminui a capacidade do fígado de processar nutrientes, hormônios, fármacos e toxinas, também diminui a capacidade do fígado de produzir proteínas e outras substancias.

3.3. EPIDEMIOLOGIA:

É muito difícil avaliar a prevalência e aincidências reais da cirrose na população em geral porque muitos pacientes com cirrose são assintomáticos. Estima-se que a prevalência mundial da doença hepática crônica/ cirrose tenha em média de 25 a 400 mil pessoas, mais ela varia amplamente de um país para outra e de uma região para outra.

3.4. PATOGENIA:

Existem três tipos de cirrose ou cicatrização do fígado:

3.5.1. Cirrosealcoólica: O tecido cicatricial circunda caracteristicamente as áreas porta, é o tipo mais comum de cirrose é relacionada com maior frequência ao alcoolismo crônico.

3.5.2. Cirrose pós-necrótica: Existem faixas largas de tecido cicatricial que surgem como consequência tardia de um surto prévio de hepatite viral aguda.

3.5.3. Cirrose biliar: A cicatrização acontece no fígado ao redordos dutos biliares, geralmente é o resultado da obstrução biliar crônica e da infecção, é muito menos comum que os outros dois tipos de cirrose.

3.5. CAUSAS:

3.6.4. Mais comuns:

* As hepatites crônicas pelos vírus B e C. (Uma doença transmitida pelo vírus VHB, (vírus da hepatite B) que infectam as células hepatócitos do fígado).
* O alcoolismo. (Geralmente 80% dos pacientescom cirrose têm historia de consumo de álcool por mais de cinco anos).

3.6.5. Menos comuns:

* As hepatites por medicamentos; (Uma grave inflamação do fígado causado por uso de medicamentos, com grande quantidade e com sua toxidade).
* Hepatite Autoimune; (E uma inflamação crônica do fígado sem causa conhecida, sabe-se que e um descontrole nas defesas do próprio organismo,...
tracking img