Chiquinha gonzaga e chico buarque

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 95 (23674 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Escolhemos este tema de trabalho, pois pretendemos mostrar a todos a importância que ambos os compositores, Chiquinha Gonzaga e Chico Buarque, tiveram ou têm dentro da música brasileira.
Apesar de não estar aparente, os compositores têm algo em comum: ambos lutaram por seus direitos e ideais seja na política (regime militar, abolição da escravatura) ou dentro da própria música(músicas censuradas, luta por direitos autorais).







































Método

Para realização deste trabalho foi necessário buscar os temas (Chiquinha Gonzaga e Chico Buarque) em variados sites e em livros para que nos pudéssemos conseguir o maior número de informações possíveis.
Todo material pesquisado e encontrado foi dividido emtópicos que se relacionassem e depois lido parte por parte. Então interpretamos e resumimos o material que tínhamos em mãos.
As gravuras nos ajudaram a compreender ainda mais o material pesquisado.
Além disso, foram interpretadas as músicas do Chico Buarque para podermos compreender melhor a época da ditadura em viveu.
Com o material pré-pronto discutimos como seria feita a organizaçãopara que então pudéssemos finalizá-lo.
As decisões foram tomadas levando em consideração as diferenças de idéias e opiniões para que pudéssemos realizar um trabalho que envolvesse a todos os componentes do grupo.
















































































Chiquinha Gonzaga(Observação: Palavras em negrito ver Glossário; Sobrescritos ver Contexto Histórico).
Em 17 de outubro de 1847 nasce Francisca Edwiges Neves Gonzaga, mais conhecida como Chiquinha Gonzaga, na cidade do Rio de Janeiro. Foi fruto do amor entre o general José Basileu Neves Gonzaga do Exército Imperial e Rosa Maria de Lima, uma mulher mulata e de classe inferior a de José Basileu, o que trouxedescontentamento para os pais dele. Estes não aceitavam o romance do casal. E foi por isso que, quando grávida, Rosa temia que José a deixasse. Mas felizmente assumiu a criança, e ao mesmo tempo sofreu muita crítica por parte da sociedade ao casar-se com a mulata. Fazia ele parte de uma família de alta posição social, sendo o Duque de Caxias¹, um dos mais importantes militares da História do Brasil,padrinho de Chiquinha Gonzaga.
Chiquinha recebeu uma educação típica de família burguesa. Tinha aulas com professores particulares que ensinavam escrita, leitura, cálculo, catecismo e inclusive idiomas, além das aulas de música. E é por esta última que a menina mais se interessou, ela possuía um gosto especial por esta matéria.
Desde muito cedo participava de rodas de lundu, umbigadas e outrasmúsicas populares típicas de escravos. E foi com apenas 11 anos de idade que Chiquinha compôs sua primeira música, uma canção de natal. Chiquinha foi muito incentivada musicalmente por seu tio Antônio Eliseu, um flautista amador. Ela tinha uma vida rotineira, era arteira e namoradeira, tinha um gênio forte e decidido, e por isso muitas vezes entrava em atrito com seu pai.
Como de costume, naquelaépoca, seus pais trataram de arranjar um casamento para a filha. Foi em 1863 que ela se viu obrigada a casar com Jacinto Ribeiro do Amaral. Na época ela tinha 16 anos e ele 24. Ele era um moço ‘de posses’ e projetos ambiciosos. Como dote de casamento, o pai de Chiquinha deu-lhe um piano.
Em seu casamento, Chiquinha passou por um grande tormento. Até aquele momento, a música de Chiquinha nunca tinhasido rejeitada por ninguém. Nos primeiros anos de casada, Jacinto passou a implicar com a dedicação que Chiquinha mostrava pela música, piano, polcas2 e também as valsas.
Em 1864, Chiquinha e Jacinto têm o primeiro filho João Gualberto e, no ano seguinte, mais um, dessa vez uma menina Maria do Patrocínio.
No ano de 1865 o Brasil participa da Guerra do Paraguai3. Jacinto era um oficial da...
tracking img