Checklist nr6

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3304 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

A experiência de acompanhamento do Acordo do Benzeno é relatada e contextualizada como prática de vigilância em saúde do trabalhador. Sendo destacados o processo desenvolvido internacionalmente e a evolução dos últimos 20 anos de história na redução do uso do benzeno no Brasil.
A periodização apresentada aponta para quatro momentos distintos. Inicialmente o momento em que sãoconstituídas as bases técnicas e alianças fundamentais que vão propiciar o acordo; a seguir, o período de formatação do acordo com seus avanços conceituais, de restrição de uso do benzeno e de estabelecimento de formas de acompanhamento; e posteriormente o resultado desse processo de acompanhamento com seus desafios e propostas a serem colocadas em prática no futuro. O modelo de vigilância em saúde dotrabalhador do Brasil é discutido à luz das ações relacionadas ao benzeno e da consolidação de seus elementos estratégicos e estruturantes.
Palavras-chave: Benzeno, Saúde do trabalhador, Vigilância em saúde.

A experiência brasileira
Ao revermos a experiência brasileira de vinte anos de introdução de restrições ao uso do benzeno e o controle de seus efeitos no Brasil,destacamos os seguintes períodos de inflexão desse processo que chamamos de vigilância da exposição ao benzeno no Brasil:
1983-1993 – Construindo as Bases de Intervenção
1994-1995 – Negociação do Acordo
1995-2002 – Acompanhamento do Acordo
2003 – Perspectivas, Ação Integrada

Os elementos fundamentais do controle de situações insustentáveis do ponto de vista ambiental ou críticas, como poderíamoschamar a partir da ótica da saúde, serão apresentados com fundamento na experiência de 20 anos de controle da exposição do benzeno no Brasil.
O benzeno, uma substância reconhecidamente carcinogênica, tem sido objeto de controle no âmbito mundial dada sua característica de contaminante universal e seus potenciais efeitos à saúde humana (Barale, 1995). É considerada a quinta substância de maiorrisco, segundo os critérios do programa das Nações Unidas de segurança química.
O marco inicial de seu controle no Brasil é a resolução interministerial de 1983, na qual os ministérios da saúde e do trabalho e emprego, em consonância com representações industriais, estabelecem a redução da contaminação pelo benzeno dos produtos acabados em até 1% do seu volume, o que representa a primeirainiciativa vitoriosa de redução significativa na exposição do benzeno no Brasil.
Quase que paralelamente e mesmo com a influência desse debate da exposição ao benzeno, o foco das ações de controle se concentrou na exposição ocupacional com discussão da leucopenia dos trabalhadores siderúrgicos iniciada na Baixada Santista. Em um contexto de redemocratização do estado brasileiro, tais ações passam apermitir alianças do poder público com o movimento sindical, colocando a vigilância epidemiológica e os direitos previdenciários na ordem do dia dos movimentos sociais, ou seja, a luta pela saúde passa a fazer parte da agenda sindical e a saúde dos trabalhadores objeto das políticas públicas.
O período é também marcante pela discussão da reforma sanitária brasileira sob a influência da italiana, em quea saúde dos trabalhadores se destaca como um de seus temas centrais (Berlinguer, 1993).
Os anos de 1983-1994 são caracterizados pela construção da estratégia de aliança entre poder público e forças sociais nas lutas por melhores condições de vida.
A base epidemiológica pode ser estabelecida a partir dos dados consolidados na publicação da Fundacentro (1995) e em estudos pioneiros de LiaGiraldo Augusto (1991;1993) e Danilo Costa (1996).
Os dados sobre morbidade relacionada ao benzeno (Augusto LG 1991; 1993) e a estimativa de casos de leucemia por benzenismo revelam o impacto social potencial dos casos com alterações hematológicas afastados das atividades em situação de exposição a agentes mielotóxicos. Esses números e a base tecnológica existente no setor colocam a siderurgia como...
tracking img