Chanel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2705 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CHANEL:
a polêmica dos esmaltes












São Paulo
2012
GABRIELA GRACIANO
TAMIRES SILVA DE MORAES
VITOR RAMOS DE LIMA FARIAS










CHANEL: a polêmica dos esmaltes





Trabalho do Curso de Publicidade e Propaganda, disciplina de Metodologia Científica apresentado ao Centro de Comunicação e Letras da UniversidadePresbiteriana Mackenzie, trabalho sobre problemática de uma marca e sua relação com o consumismo. Sob a orientação da Profª Drª Mirtes de Moraes.































São Paulo
2012
AGRADECIMENTOS

A Deus, fonte de toda sabedoria, pela força e pela coragem que nos concedeu, permanecendo ao nosso lado em toda a conclusão deste trabalho.
À Profª DrªMirtes de Moraes, minha eterna gratidão, por ter sido orientadora persistente e amiga que, com diretrizes seguras, muita paciência, constante acompanhamento e incentivo, nos aceitou com todas as nossas restrições.

























RESUMO


Através do estudo da origem e história da marca bem como da sua tradição, aborda a consolidação da marca Chanel, no mercadode luxo, como símbolo de status social. Analisa a criação da identidade da marca Chanel através tanto dos aspectos tangíveis do produto como design, estilo e logo, quanto dos intangíveis como imagem do público alvo e personalidade da marca. Aspectos como, a qualidade, condição necessária ao próprio conceito de luxo, que envolve também aspectos de tradição, exclusividade e tecnologia. As elites,classes mais altas da sociedade como público-alvo prioritário. A forte identidade da marca reconhecida de imediato como griffe por seus atributos visuais como estilo e design. A produção ilimitada. A diferenciação, tanto do bem em si, quanto de quem o usa, e a sua consequente simbologia de status social. O preço, que deve ser necessariamente alto, indicando grande valor agregado, provocando odesejo de posse e simbolizando sua excelência. O valor relacionado mais a seu caráter supérfluo que funcional. A conexão com o passado, tradições, história. Em alguns casos, a conexão com a personalidade e os valores de um criador. A distribuição seletiva e limitada. E o apelo aos sentidos, com atributos como beleza, toque agradável, bom cheiro. Conclui assim, definindo a questão do capital social damarca, no que se refere à qualidade, tradição, bom gosto e sofisticação que são aspectos imprescindíveis das chamadas marcas de luxo.

Palavras-chave: marca; marcas de luxo.










LISTA DE ILUSTRAÇÕES

|Figura 1 |Logo da marca |15 |
|Figura 2 |Criadora da marca |27|
|Figura 3 |Produto da marca |48 |
|Figura 4 |Produto da marca |51 |
|Figura 5 |Anúncio de Revista - 2011 |92 |



















SUMÁRIOINTRODUÇÃO


O consumo é hoje um dos fenômenos mais importantes das sociedades modernas, ele tem como objetivo mais básico atender as necessidades e desejos dos consumidores através do ato de compra. Onde, “na sociedade de consumo” a exaltação da marca faz com que os seus produtos pareçam únicos, ou seja, a marca de um produto chama mais atenção doconsumidor do que o produto em si.
Esse trabalho nos mostra que atualmente a marca é vista como um símbolo, que traz à mente do consumidor um conjunto atrativo e específico de valores. “Marca é gestalt (soma de percepções) para um produto ou serviço, seu grafismo e sua mensagem com valores implícitos”. Para o mercado de produtos de luxo, a marca é primordial e deve transmitir uma história,...
tracking img