Cascudinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1709 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
4

1. INTRODUÇÃO
No Brasil a avicultura de corte representa um importante segmento
agroindustrial,

sendo

uma

das

atividades

mais

dinâmicas

e

avançadas

tecnologicamente, e está concentrada principalmente na Região Sul do país.
Segundo a SECEX, a avicultura envolve 5 milhões de pequenas propriedades no
Brasil e 4,5 milhões de brasileiros ligados a cadeia. Das 32empresas exportadoras
são gerados cerca de 286.000 empregos. Dados da Asgav, Sindiavipar e Acav,
demonstram que no Rio Grande do Sul são 10.303 integrados e 32.612 aviários,
enquanto que no Paraná são 14.693 integrados enquanto que em Santa Catarina
são 17mil integrados. Dados apresentados em 2007. Toda esta produção gera
situações que podem ser vistas como problemas para a atividade, assim comoos
insetos que encontram abrigo nas instalações dos aviários, a exemplo do
cascudinho.
O Alphitobius diaperinus (Coleoptera: Tenebrionidae) conhecido como
cascudinho é uma praga que está difundida em todo cenário avícola, sendo um
problema causando danos nas instalações em placas evaporativas, cortinas, e
estruturas de madeira, pode ainda causar problemas sanitários nas aves uma vez
que asaves deixam de se alimentar com ração e passam a ingerir os insetos,
Segundo Matias (2005), larvas e adultos são ingeridos pelas aves no lugar de ração
balanceada, influenciando o desenvolvimento das mesmas (MATIAS, 2005;
DESPINS; AXTELL, 1995), sendo o responsável pela queda na conversão alimentar
das aves, pois estas digerem os insetos no lugar da ração balanceada (ALVES et
al., 2004) 5

O ciclo de vida do cascudinho compreende algumas fases sendo que
centenas de ovos são postos, em grupos, na cama do aviário ou no esterco, durante
a vida da fêmea. A eclosão ocorre em 3 a 10 dias, em temperaturas de 18 a 40o C.
As larvas passam por 6 a 10 mudas durante uma vida de 3 a 200 dias. A larva de
último estágio penetra no solo, ou aprofunda-se na cama, junto ao piso de concretoou em frestas, para empupar. Quando na fase de pupa, apresenta coloração
esbranquiçada, sua forma lembra a do adulto, podendo-se notar os contornos de
olhos, asas, etc. O adulto emerge em 4 a 14 dias. O adulto tem coloração castanha
a preta, dependendo da espécie e pode viver mais de um ano. As fêmeas iniciam a
postura em 6 a 10 dias após o acasalamento.
O cascudinho é também consideradopotencial vetor de fungos, bactérias,
vírus e protozoários, causadores de doenças às aves (IBIAPINA et al. 2005). A fácil
transmissão dos patógenos para as aves confirma a atuação, do adulto e da larva
como vetores de Salmonella e Campylobacter (HAZELEGER W., 2008). Além disso,
podem contaminar a carcaça de frangos, quando são extraídos o papo e a moela
nos abatedouros (CHERNAKI-LEFFER et al.,2001).
O cascudinho é uma espécie que pode se alimentar de fezes, carcaças,
fungos e ração. Os insetos apresentam fototropismo negativo e durante o dia
abrigam-se sob a superfície da cama ou sob os equipamentos comedouros,
principalmente) ou junto a colunas e paredes. À noite tornam-se mais ativos,
movimentando-se dentro e fora do aviário, sendo o momento em que voam de um
aviário para outro,sendo atraídos por luz ofuscante. Devido a estas constatações
evidencia-se que os atuais aviários Dark House criam uma situação favorável a
propagação destes insetos (HAZELEGER W., 2008).

6

Este coleóptero encontra no aviário as condições necessárias para sua
sobrevivência como temperatura, luminosidade, umidade, e alimento no substrato da
cama, este fato faz com que a multiplicaçãoseja rápida gerando aumento
exponencial da população fazendo de seu controle uma preocupação para os
produtores.

7

2. OBJETIVO
O presente estudo teve por objetivo avaliar a eficácia de associações
inseticidas de uso na avicultura para controle de cascudinho Alphitobius diaperinus,
nas fases de larvas e adultos.

8

3. MATERIAL E MÉTODOS
Realizou-se o estudo na região oeste do...
tracking img