Carpa capim

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (493 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
4.1.1 Carpa-Capim(Ctenopharyngodon idella )

Espécie de carpa-chinesa mais famosa devido ao seu hábito alimentar herbívoro (a-limenta-se de vegetais) e a qualidade de sua carne. Na fase larval devida, alimenta-se de fitoplâncton na razão de 40% de seu corpo pordia. Pára a alimentação quando a temperatura cai para abaixo de 14ºC. Com três centíme-tros de comprimento (alevino 01), passa aalimentar-se exclusivamente de vegetais.Quando adulta, pode chegar a um metro de comprimento e 32 quilos. A temperatura ótima de alimentação está ao redor de 24ºC. Em regiões frias, pode atingir um quilo depeso em um ano. O crescimento aumenta para 2 a 3kg/ano em regiões temperadas e para4,5kg/ano em regiões tropicais. Experiências demonstram que consome à razão de 25% deseu peso em pastagemdiariamente.O tubo digestivo é curto, apenas duas a três vezes o comprimento do corpo. Somente ao redor de 65% do material verde ingerido é absorvido, o restante é excretado sob a for-ma de peletes densos, oque contribui sobremaneira na adubação da água. Uma vez adulta,sua dieta consiste de plantas superiores (azevém, milheto, sorgo, capim-elefante, alface;não aprecia o sabor da aveia) que mastigafacilmente com seus dentes faringeanos

2.1.1 – Nutrição da carpa capim
A proteína é o material orgânico de maior presença nos tecidos dos peixes, situando-se na faixa de 65 a 75% do peso total (Halver,2002), e sua regular ingestão é necessária para sintetizar novos compostos protéicos para a mantença, crescimento e reprodução. O mesmo autor afirma que um teor inadequado de proteína na dieta resultana redução ou parada do crescimento, perda de peso e a mobilização de proteína dos tecidos para manter as principais funções vitais. Ainda recomenda teores de proteína de 41 a 43% na alimentação dejuvenis de carpa capim. Ding (1991) sugere níveis mais baixos de proteína, variando entre 35 e 39%, quando a taxa de arraçoamento for de 4,5% do peso vivo. Mukhopadhyay & Kaushik (2001) recomendam...
tracking img