Carlos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1262 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
14/10/2011

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PÚBLICA

PLANO DE AÇÃO
ACOMPANHAMENT O DAS FAMILIAS BENEFICIÁRIAS DO PBF - 2011

HILDICE CHAVES ALVES PEREIRA
Assistente Social Gerent e Técnica da Atenção às Ações de Alim entação e Nutrição

Plano de Ação Programa Bolsa Família
JUSTIFICATIVA
A coordenadoria da Atenção Básicaobservou a importância em sistematizar
um plano de ações estratégicas e, junto
aos distritos e Unidades UBS/UBSF,
pactuou de forma descentralizada, as
diretrizes de execução do PBF em 2011.

O planejamento proposto consiste
em incentivar as equipes das Unidades
de Saúde a realizarem parcerias “in
loco”, para que junto aos equipamentos
sociais disponíveis, os profissionais
possamdesempenhar uma atividade
intensiva
de
divulgação
e
esclarecimentos junto à comunidade.

1

14/10/2011

OBJETIVOS

ESPECÍFICOS
GERAL
•Planejar e sistematizar as ações desenvolvidas em UBS/UBSF,
visando o monitoramento da execução do Plano de Ações e o
alcance das metas pactuadas pelo município.

•Motivar os profissionais de saúde acompanhar as famílias
beneficiárias por meio deações planejadas;
•Fomentar as articulações entre os profissionais da Assistência
Social, Saúde e Educação com a sociedade civil local;
•Fortalecer a Assistência à saúde nas diversas áreas, a exemplo:
Saúde da mulher, Criança e Adolescentes entre outras;
•Avaliar e monitorar famílias com crianças identificadas com
muito baixo peso e baixo peso, através das informações do
SISVAN Web;
•Integrar oPBF a agenda de compromisso da atenção primária:
puericultura, vacinação, aleitamento materno, preventivos,
assistência ao pré e pós-natal e vigilância nutricional;
•Destacar o desempenho de experiências exitosas das Unidades
UBS/UBF.

ESTRATÉGIAS DA COORDENADORIA DA ATENÇÃO BÁSICA

 1. Cronograma Operacional e Metas:

O alcance de metas evita acúmulo do trabalho de
digitação ao finalde cada vigência, e garante mais
eficiência tanto na prestação de serviços de saúde às
famílias, como na gestão das condicionalidades:

2

14/10/2011

1ª VIG/2011

JAN

FEV

MA R

ABR

MA I

JUN

Acompanhame Acompanhame Acompanhame Acompanhame
nto Manual;
nto Manual;
nto Manual;
nto Manual;
Inserção
do s
da do s
no
M ó d u lo
Municipal de
Acompanhame
nto do PBFInserção
do s
da do s
no
M ó d u lo
Municipal de
Acompanhame
nto do PBF

Inserção
do s
S/
da do s
no ACOMPANHA
M ó d u lo
MENTO NO
___
Municipal de
SISTEMA
S/
Acompanhame
ACOMPANHA
nto do PBF
MENTO NO
Encerramento
SISTEMA
Digitações no
M ó d u lo
de
___
___
___
Acompanhame
nto do PBF e m
31/05/2011
M et a d e
M et a d e
M et a d e
M et a d e
Cobertura:100%
Cobertura: 10% Cobertura: 30% Cobertura: 60%

ESTRATÉGIAS DA COORDENADORIA DA ATENÇÃO BÁSICA

 2. Treinamentos/Capacitações:

Investimento em treinamentos de implantação e
implementação do programa nas Unidades com a
capacitação de servidores para operacionar o Módulo
informatizado de Acompanhamento. Com Olhar
específico para as unidades que apresentaram
maior dificuldade deexecução dos trabalhos. As
propostas para esta estratégia foram as seguintes:

3

14/10/2011

ESTRATÉGIAS DA COORDENADORIA DA ATENÇÃO BÁSICA



Realização de reuniões “in loco” para levantamento dos principais
problemas enfrentados pela(s) equipe(s) local e orientações gerais;



O cronograma das visitas foi definido no decorrer do ano, junto aos
Distritos. Inicialmente foramescolhidas as Unidades que
apresentaram resultados abaixo do esperado, sendo:







DTS: UBS 26 de Agosto/UBSF Nova Esperança/UBS Aero Rancho;
DTO: UBS Coophavila/UBS Serradinho/UBS Buriti;
DTL: UBS Tiradentes/UBS Moreninha III/UBS Carlota;
DTN: UBS São Francisco/UBSF Vida Nova/UBS Fernando Torres Arruda.

Nas unidades com necessidade de treinamento /capacitação sobre o
Módulo de...
tracking img