Capitalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2945 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. ECONOMIA DE MERCADO E CAPITALISMO
A economia de mercado anterior ao capitalismo
Anteriormente ao capitalismo, a economia que se utilizava era a de subsistência. Algumas coisas eram produzidas para consumo próprio e outras para mercado, a qual se localizava mais fortemente nas grandes cidades. A vida das pessoas dependia do mercado, pois seu consumo básico estava ligado à economiadoméstica.
A produção para o mercado era artesanal. Os produtores que faziam o mesmo produto organizavam-se em corporações de ofício, evitando assim a concorrência. Tal corporação determinava a quantidade de produção, e de trabalhadores. Velava pela qualidade dos produtos, proibindo inovações técnicas e o lançamento de novos produtos.
Essa economia presente desde a Idade Média até o capitalismoatual sofre transformações, quase sempre por efeito de catástrofes, mas seu potencial de mudança é extremamente pequeno.
O capitalismo manufatureiro
O capitalismo surge como fruto da formação do mercado mundial, resultante das Grandes Navegações. Um mercado para produtos de valor, como o ouro e a prata, tecidos de algodão e seda, tabaco, etc. O capital penetra na produção, tornando-semanufatureiro. O avanço do mesmo foi lento e desigual, dependendo fortemente do apoio político. O capitalismo manufatureiro alcançou maior desenvolvimento na Grã-Bretanha, criando as condições para a Rev. Industrial. Possibilitou aumentar a produtividade mediante a produção em grande escala. Criou uma divisão técnica de trabalho. Ao invés de cada trabalhador realizar todas as operações, cada grupoespecífico de trabalhadores tinha a tarefa de fazer certa operação. Com isso reduzia os custos de produção, barateando os produtos. A economia de mercado então começa a se expandir.
O capitalismo industrial
Consiste na criação de maquinas que realizam tarefas que antes eram feitas pelos homens. Na manufatura, o trabalho é realizado pelo trabalhador com o auxilio da ferramenta. Namaquinofatura, a ferramenta é encaixada numa maquina que substitui o trabalhador. Este apenas aciona, carrega e regula a maquina. Isso se torna mais produtivo que o homem, pois pode dar conta de trabalhos para os quais o homem é fraco. Com a Rev. Industrial surge o capitalismo industrial que é diferente do manufatureiro (Cap. Manufatureiro inspira o mercantilismo, já o Industrial inspira o liberalismo).Sua estratégia de expansão consiste na unificação de todos os mercados, sendo a competição livre para todos. Não aceita a intervenção do Estado na economia. O liberalismo é a bandeira que a burguesia luta e conquista a hegemonia econômica e política.
A economia de mercado se torna capitalista
O capitalismo industrial acelera o desenvolvimento das forças produtivas. Ao contrario da economiaanterior, onde os preços eram constantes, a capitalista tem uma sistemática redução de custos e preços. Apesar de a produção simples demonstrar capacidade de resistir à concorrência, é evidente que este domina a maior parte da economia de mercado. O capital irá crescer sempre, transformando a sociedade em vendedores de força de trabalho e compradores de suas mercadorias. A expansão co capitalismotende a homogeneizar a sociedade, tornando-a puramente capitalista.


2. A LÓGICA DO CAPITALISMO
Produção simples de mercadorias e capitalismo
O produtor simples de mercadoria é aquele que possui meios de produção para ganhar a vida (ciclo M-D-M). Com as mercadorias (M) que produz, ele as vende e com o dinheiro (D) compra novas mercadorias (M) e assim sucessivamente. Atendendo as suaspróprias necessidades e de sua família, sem obter lucro. Já o capitalista é aquele que possui meios de produção que emprega trabalhadores para usá-los (ciclo D-M-D’). Vende a produção e compara o dinheiro que recebeu com o que investiu, a diferença constitui o lucro.
A especificidade do capital como relação de exploração
A produção simples não pode ser considerado capital pelo fato de não...
tracking img