Capital intelectual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6562 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
MENSURAÇÃO DO CAPITAL INTELECTUAL: DESAFIO CONTÁBIL E OPORTUNIDADE DE GESTÃO PARA A INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Antonio de Loureiro Gil
Brasil
Centro Universitário Álvares Penteado – UNIFECAP
gilgil@osite.com.br

Regina Aparecida Neumann
Brasil
Faculdade Editora Nacional – FAENAC
apaneumann@ig.com.br

José Carlos Melchior Arnosti
Brasil
Faculdade Editora Nacional – FAENACarnosti@cptm.sp.gov.br

Palabras Clave: Capital Intelectual. Balanço Intelectual. Metodologia DEQ®.

Tema:

Valoración de Intangibles

Recursos Audiovisuales: Microcomputador. Powerpoint. Projetor Multimídia. Microfone sem fio.

MENSURAÇÃO DO CAPITAL INTELECTUAL: DESAFIO CONTÁBIL E OPORTUNIDADE DE GESTÃO PARA A INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Palabras Clave: Capital Intelectual. Balanço Intelectual.Metodologia DEQ®.

Tema:

Valoración de Intangibles

RESUMO

A evidenciação, medição e mensuração do Capital Intelectual das organizações é objeto de procura constante pela Contabilidade, que deverá através do Balanço Intelectual, fornecer instrumento capaz de disponibilizar mecanismos que permitam ao investidor a interpretação de forma clara, simples e objetiva do real valor dasorganizações. O profissional contábil precisa estar atento as mudanças, adaptando-se e preparando-se para o futuro, pois não são mais meros registradores dos fatos que afetam o patrimônio das entidades, mas transmissores e intérpretes da sua realidade patrimonial. São questionamentos “Intangíveis” que o tempo e as experiências mostrarão quais os procedimentos contábeis a serem adotados e mostramque a Contabilidade e seus pesquisadores e profissionais devem estar sempre atentos às rupturas sociais e tecnológicas. A utilização dos modelos acadêmicos de mensuração do Capital Intelectual devem ser aplicados às organizações e, em nosso trabalho sugerimos a utilização da Metodologia DEQ® – Decisão, Exceção, Quantificação, como ferramenta para identificação dos Fatores Críticos de Sucesso –FCS’s que levarão ao sucesso da implantação do modelo escolhido e os Pontos de Falha – SPOF’s impeditivos ao sucesso que deverão ser identificados e suplantados para o sucesso final da mensuração do Capital intelectual das organizações.

INTRODUÇÃO

“A empresa moderna, como a arte moderna, acabou. Mas o pós-moderno das corporações é diferente. As empresas talvez pareçam as mesmas para osobservadores externos – os mesmos logotipos de alumínio escovado na parede junto à porta, as mesmas flores sobre a mesa da recepcionista – mas por trás da fachada, tudo é diferente. Não se pode operá-las empurrando as mesmas alavancas e girando os mesmos discos. Elas não estão mais conectadas às velhas máquinas”.

Stewart (2002, p. 351)

O avanço das civilizações noslegou diversos instrumentos e métodos, que vêm sendo difundidos, utilizados e aprimorados pelas mais diversas vertentes do ramo do conhecimento contábil.

A alta tecnologia dos dias de hoje, com seus equipamentos digitais; as facilidades dos meios de comunicação; a globalização da economia e a conseqüente queda das barreiras físicas dos mercados, são fatores desafiadores que se interpõemà Contabilidade e seus pesquisadores e profissionais, na tarefa de disponibilizar de forma sistêmica os registros das variações econômico-financeiras das entidades.

A Contabilidade como causa e efeito do desenvolvimento econômico, acompanha todas as evoluções da Tecnologia da Informação em sua sistematização, andando par e passo com as evoluções sociais e tecnológicas.As entidades de hoje, vivem, se incorporam, com a agregação do Recurso Humano como elemento dominante junto aos processos de Logística, Finanças, Vendas, Tecnologia da Informação, fatores cruciais ao crescimento das entidades.

Atualmente, a visão ainda é reduzida em relação a esse ativo incorpóreo, existente, que não está explícito nos instrumentos de evidenciação e análise,...
tracking img