Capital intelectual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1828 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
Os conflitos existem desde o início dos tempos e é uma realidade sempre presente nas relações humanas e de trabalho. Eles se originam da diversidade de pontos de vista entre pessoas, da pluralidade de interesses, necessidades e expectativas, da diferença entre as formas de agir e de pensar de cada um dos envolvidos.
O mesmo é fonte de idéias novas, podendo levar a discussões abertassobre determinados assuntos, o que se revela positivo em algumas das vezes, quando positivo permite a expressão e exploração de diferentes pontos de vista, interesses e valores, ou seja, em certos momentos e em determinados níveis, o conflito pode ser considerado necessário, caso não queira entrar num processo de estagnação. Assim os conflitos não são necessariamente negativos; a maneira comolidamos com eles é que pode gerar algumas reações.
Além disso, nos últimos tempos, o sistema econômico, o mercado e a concorrência têm estimulado comportamentos baseados em princípios de competição, o que parece se refletir nos relacionamentos interpessoais, gerando novos conflitos e acirrando disputas nas mais diversas relações.
Paradoxalmente, esses mesmos conflitos são importantes para ocrescimento e desenvolvimento de qualquer sistema, seja ele social, político, familiar ou organizacional.

O CONFLITO DE RELACIONAMENTOS
Em uma situação de conflito, cada grupo de pessoas tem os seus próprios interesses e objetivos. No entanto, as maneiras como eles respondem aos conflitos também depende da importância dada por eles quanto a manter um relacionamento com os outros grupos envolvidos equanto poder eles acreditam que possuem.
São várias as maneiras como as pessoas reagem:
• Retraindo-se: Se as pessoas sentirem que os seus objetivos não são importantes e que também não é importante manter bons relacionamentos, elas podem reagir aos conflitos retraindo-se. Elas permanecem afastadas e param de conversar. Elas podem se retirar por acreditarem que o conflito não tem relação comelas. Por outro lado, elas podem sentir que o seu envolvimento não fará nenhuma diferença – elas se sentem incapazes, desamparadas, possivelmente inseguras e acham mais fácil evitar o conflito.
• Desistindo: As pessoas desistem diante dos conflitos quando dão grande importância aos relacionamentos com outras pessoas e pouca importância aos seus próprios objetivos. Elas querem paz a qualquer custo.Ser aceito e estimado por outras pessoas é o principal. Isto pode funcionar especialmente quando se deseja manter um relacionamento importante. Os conflitos podem até desaparecerem, simplesmente devido a alguém ter mantido uma atitude amigável. No entanto, ao desistir, pode-se manter silêncio sobre as verdadeiras questões, as dores e sentimentos ruins não são expressos. A distribuição de poderesdentro da comunidade pode fazer com que algumas pessoas tenham o hábito de desistir, talvez devido aos benefícios que os relacionamentos lhes podem trazer.
• Forçando: As pessoas que dominam os seus opositores têm pouca consideração pelos outros. Elas não dão muito valor aos relacionamentos com outras pessoas. Geralmente, elas não têm tanto poder como aparentam ter. ‘Vencer’ e ser visto comovencedor é parte do objetivo. Algumas pessoas forçam a aceitação dos seus objetivos porque estão acostumadas a estarem no comando, ou porque querem se proteger da dor causada por estarem erradas. Mas se alguém vencer pela força, outros estarão sendo ‘forçados’ a perder. O perdedor poderá afastar-se, recusar-se a cooperar ou até mesmo sabotar a decisão.

• Entrando em acordo: As pessoas entram emacordos se reconhecerem que não podem alcançar todos os seus objetivos. Elas negociam e chegam a um acordo, formando relacionamentos sem que custe muito para ambas as partes. Elas reconhecem a necessidade de ambas as partes ganharem algo, para que o resultado seja considerado ‘justo’. No entanto, às vezes todos podem achar que o resultado é insatisfatório: nenhuma das partes se compromete com a...
tracking img