Brics

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1244 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Rússia: uma federação, herdeira de um império, sucessora da ex-URSS. Possuí um destaque mundial por seus recursos naturais.
Seu império foi representado por sua expansão cristã ortodoxa e, também a conversão para a “prátria do socialismo”(URSS). Onde Moscou passou a ser como o centro de poder político no bloco. Ainda hoje, por seu histórico de centralização , o país ainda se vêcomo o ponto central do poder, no caso da CEI, que é composta pela maioria das ex-republicas soviéticas.

Histórico Imperialista

A partir de 1453, foi estabelecido em Moscou o centro do cristianismo ortodoxo. Proporcionando a expansão territorial, tornando-se um império cada vez mais multinacional. Firmando como uma grande potência européia.
Porém sua estrutura era frágil,resultando em diversos fatores que determinaram a crise imperial, além de levantes operários nas maiores cidades.
O fator decisivo, foi decorrente a 1ª Guerra Mundial, onde alemães invadiram o país e ainda, o desmanche do exercito e a ruína econômica, pondo a baixo o imperador.
Então, surgiu os bolcheviques(comunistas), que tomaram o poder com um novo regime, no qual, enfrentou umaguerra civil, mas que por fim, a vitória foi dos comunistas. Concluindo na Revolução Russa.
O novo Estado multinacional, uniu-se com 15 republicas, criando a URSS. E como já visto, o seu núcleo encontrava-se na Rússia.
Foi adotado a ideologia socialista, onde o mercado era planificado, criação de um partido único. Assumindo uma postura ditadorial. Em seu plano econômicocentrou-se na industria de bens de produção e na industria Bélgica.
Após a 2ª Guerra Mundial, o bloco se tornou uma superpotência nuclear e espacial. Mas as suas empresas demostraram ser pouco eficientes e incapazes de gerar novas tecnologias de uso civil.
Também com sua agricultura coletiva, que resultou em um retrocesso na produção de alimentos e uma crise de fome em todo o país.Revelando-se em um fracasso econômico. A URSS tornou-se dependente de importação de cereais.
Como na realidade a Rússia obtinha o poder central, sua língua era a oficial em todo o bloco soviético. Foi adotado a política de “russificação”, em que foi incentivada a imigração de russos em republicas consideradas estratégicas.

Fim do Império Soviético
Suas políticas soviéticas levaram aseu declínio, seu crescimento econômico estava estagnado. Em uma tentativa de restaurar e reestruturar seu sistema político e econômico o governo criou no plano interno, reformas econômicas e a iniciação de uma abertura política.
Porém seu declínio econômico foi inevitável. Ainda sim, levou ao decisivo colapso da URSS.
Seu fim teve como conseqüência o surgimento de 15 novos Estadossoberanos. Sua maioria formou, sob liderança da Rússia, a CEI.
O fim da URSS não exterminou seus laços econômicos e suas redes de interligação, criadas no tempo soviético
Como já previsto, sua liderança pertence à Rússia, que tornou-se um grande poderio militar e o Estado mais rico e populoso da organização.
Rússia atual
Possui os grandes “desertos humanos” do planeta. O paíspossui uma tendência de retração demográfica. Como suas taxas de natalidades são muito baixas e o saldo migratório é muito pequeno, a Russia enfrenta um declínio populacional preocupante. Ocorrendo uma relação cada vez mais desigual entre o tamanho da população ativa e o da população idosa.
A criação de regiões industriais dispersas e associadas aos recursos naturais, foram investimentos daex-URSS, com o seu fim essas regiões foram fragmentadas, tornando os países da CEI interdependentes.
A implantação da economia de mercado, resultou em poderosos monopólios industriais privados, que passaram a dispor de uma ampla base de recursos naturais, além de mão-de-obra qualificada e barata. Consolidando o novo modelo de exportação russa.
Tornando-se o principal exportador dos...
tracking img