Brasil na primeira guerra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5478 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Liga Brasileira pelos Aliados e o Brasil na Primeira Guerra Mundial

LIVIA CLARO PIRES*

Em 1914, eclodiu na Europa a Primeira Guerra Mundial. Inicialmente, seis países
participavam do conflito. No entanto, todo o mundo ocidental viu-se envolvido no
confronto, em uma série de debates envolvendo o tema das nacionalidades, suas atuações
e posicionamentos no cenário internacional.Principalmente, se ao lado da Tríplice
Aliança ou da Tríplice Entente estaria o futuro do mundo moderno. O Brasil não ficou de
fora de tal contenda. O presente trabalho propõe a exposição das discussões
desenvolvidas entre os intelectuais brasileiros do Rio de Janeiro à época do confronto,
através da atuação da Liga Brasileira pelos Aliados. Além disso, pretende-se a análise de
sua relação com osesforços para a aproximação entre Brasil e Portugal, notavelmente
através do projeto da revista Atlântida, por meio da propagação da ideia do perigo
alemão.
A Primeira Guerra Mundial, sob muitos aspectos, foi considerada pelos que a
vivenciaram como um acontecimento único na história da humanidade. O mundo estaria
modificado profundamente ao seu término, e os seus contemporâneos a perceberamcomo um momento decisivo para o desenvolvimento de seus países. O cenário político
internacional estaria dividido entre vencedores e derrotados, todos sendo obrigados a
lidar com as conseqüências das escolhas feitas e dos apoios delegados. Os combatentes
lutavam pela garantia de seu progresso e pelo futuro de seus países, tanto econômico e
politicamente, quanto cultural e socialmente. Os soldadostinham sobre os seus ombros,
não apenas o peso de defenderem a pátria e a própria vida, mas a responsabilidade de
batalharem pela sobrevivência de toda uma civilização.
O caráter extremista do conflito seria percebido nos debates intelectuais dele
derivados. As grandes potências digladiavam-se nos campos de batalha e suas sociedades
eram arrastadas em um torpor de patriotismo e nacionalismo.Os embates intelectuais ao
longo da guerra envolviam conceitos como civilização, nacionalidade, barbárie e raça.
Os países combatentes acusavam-se mutuamente de cometerem atos de barbarismo ou de
representarem o fim da civilização moderna. A intenção era denegrir ao máximo a

Anais do XXVI Simpósio Nacional de História – ANPUH • São Paulo, julho 2011

1

imagem do inimigo para angariaro apoio da opinião pública, justificando as ações
perpetradas contra o oponente e a submissão programada para o final do conflito. O
Império Alemão, por exemplo, era constantemente representado como uma nação de
bárbaros, pretendendo espalhar a escravidão e a irracionalidade pelo mundo. Lutar contra
o Reich e seus aliados significava defender o futuro e o progresso da humanidade,
ameaçadoseriamente pela possibilidade da vitória inimiga. No artigo reproduzido pelo
Jornal do Commércio, publicado originalmente no periódico inglês The Spectator,
podemos exemplificar esse posicionamento, que afirmava a destruição da Alemanha
como única ação cabível como projeto de paz:
São porventura incapazes de ver que se não conquistarmos a Alemanha, e por
nossa indolência e humanitarismo doentio,deixarmos que ela nos conquiste,
terá triunfado a causa do mal? O Universo, agrilhoado ele todo, será como
uma vasta e apavorante prisão para os inimigos do Kaiser, um lugar onde
nenhum homem poderá chamar sua a sua própria alma, um inferno sobre a
terra, para todos os que amam a luz e a liberdade. (s/d: 1916: 2)

A intelectualidade brasileira assumiu o debate desenrolado na Europa, comtodas
as suas questões, acrescido de qual seria o lado que traria maiores vantagens ao Brasil
diante das grandes potências mundiais. As opiniões divergiam entre aqueles que
defendiam o alinhamento brasileiro com a causa aliada – chamados de aliadófilos -, os
que pretendiam uma aliança entre Brasil e o Império Alemão – os germanófilos -, e
aqueles que afirmavam ser a neutralidade brasileira a...
tracking img