Bioria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (254 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Bioria (Baixo Vouga Lagunar)

Integrando este complexo sistema lagunar, ao desaguar na Ria, o Rio Vouga forma a norte da sua foz, até ao Rio Antuã, uma manchade singular e sublime beleza paisagística. Os cerca de 4600 hectares constituem um mosaico de ambientes aquáticos e terrestres que abrangem os concelhos deEstarreja, Aveiro e Albergaria-a-Velha.
Os recursos naturais ofereciam uma imensa fonte de riqueza que motivou a exploração por parte do homem desde muito cedo criandomecanismos peculiares para controlar o principal elemento nesta zona, a água no delicado equilíbrio entre a água salgada e a doce.
O raro e genuíno “Bocage” é umexemplo da coabitação do homem em sintonia com a natureza, que através da utilização e controlo dos habitats dulçaquícolas que abarcam rios, esteiros e valas, crioucondições para a prática agrícola, onde se incluem os arrozais e pastagens, em plena harmonia com habitats de transição como sapais, caniçais e juncais.
O Baixo VougaLagunar (BVL) é sinónimo de uma vasta biodiversidade faunística e florista onde se destacam por exemplo a Garça-vermelha, Garça-pequena, Garça-real, Águia-sapeira,Águia-pesqueira, Tartaranhão-azulado, Pica-pau-malhado, Guarda-rios, Morcego-hortelão, Galinha-de-água, Colhereiro, Felosa-unicolor, Guarda-rios, Lampreia, Enguia,Rã-focinho-ponteagudo, Lagarto-de-água, raça Marinhoa, Lontra, Texugo, Raposa, Morraça, Salicórnia, Pilriteiro, caniço, junco, Salgueiro, amieiro, entre outros.
ARede de Percurso Pedestres do BioRia permite aos visitantes um contacto directo com todos estes habitats peculiares e com todas as espécies que deles fazem parte.
tracking img