biomedicina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1317 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de janeiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIDADE I – CONCEITOS GERAIS
PARA REFLETIR

Parasitas
são organismos
que vivem em associação com outros dos quais retira
m os meios
para a sua sobrevivência, normalmente prejudicando
o organismo hospedeiro.”
Essa é a
definição para a relação parasita e hospedeiro, sen
do a parasitologia a ciência que estuda essa
tênue relação entre um determinado ser hospedeiro,
neste caso o Homem,e outro, parasita.
Uma contextualização importante é que “
Todas as doenças infecciosas e as
infestações em animais e em plantas são causadas po
r seres considerados parasitas
.” Sendo
assim, o estudo das relações entre paciente e infec
ção não passa de uma análise do tipo
Parasita-Hospedeiro.
Nesse curso daremos início à caracterização das rel
ações de parasitismo em
humanos, asdiferentes abordagens técnicas e identi
ficações para cada tipo existente, e que no
Brasil, não são poucas.
Para compreensão plena dos assuntos discutidos ness
a disciplina, o aluno terá que
providenciar um bom GLOSSÁRIO das palavras envolvid
as nos temas no decorrer do curso.
Definições importantes como Epidemias, Cepa, Zoonos
es, Vetor, Profilaxia entre outros serão
comumente utilizados, efica a ideia da montagem de
um glossário com as palavras a fim de
favorecer a compreensão no decorrer das aulas.
CAPÍTULO 1 – Relação Parasita-Hospedeiro
A relação entre organismos é imensa e fundamental p
ara manutenção dos sistemas
biológicos como os conhecemos, tão importante que p
odemos afirmar que nenhum ser vivo é
capaz de sobreviver e/ou reproduzir-se independente
mente de outrosseres vivos.
Das possíveis associações entre organismos podemos
classificar de maneira direta
duas formas:
Harmônicas
ou
Positivas
(benefícios ou ausência de prejuízos mútuos) e
Desarmônicas
ou
Negativas
(há prejuízo para algum dos participantes da assoc
iação). As
associações mais corriqueiras são: Competição, Neut
ralismo, Canibalismo, Predatismo,
Parasitismo, Comensalismo,Mutualismo e Simbiose.
Portanto, alguns organismos apresentam uma relação
não mutuamente benéfica entre
os envolvidos, levando-os a prejuízos consideráveis
e muitas vezes despercebidos de
imediato. Esses organismos são os
parasitas
.
As classificações dos
parasitas
podem ser as mais diversas possíveis:
Ectopoarasitas
(vivem externamente ao corpo do hospedeiro),
Endoparasitas
(viveminternamente ao
hospedeiro),
Hemoparasitas
(tecido hematopoiético),
Holoparasitas
e
Hemiparasitas
(extraem
seivas de vegetais),
Estenoxenos
(vivem em vertebrados),
Eurixenos
(grande variedade de
hospedeiros possíveis),
Facultativos
(parasitando ou vida livre),
Obrigatórios
(impossível viver
sem a presença de um hospedeiro) e
Acidental
(vivem em hospedeiro que não é o costumeiro).
Podehaver uma caracterização em relação aos
hospedeiros
:
Definitivo
(abrigam os
parasitas durante as fases de maturidade e de ativi
dade sexual),
Intermediário
(abrigam
durante fase larval ou assexuada) e
Paratênico
e
Transporte
(intermediários sem
desenvolvimento, no entanto, apresentando viabilida
de até entrar em contato com hospedeiro
definitivo).
É possível também classificar osparasitas
de acordo com a maneira de coleta de
nutrientes do
hospedeiro
:
Espoliativa
(absorção de nutrientes e sangue do hospedeiro),
Enzimática
(destruição de tecidos do hospedeiro por ação enzi
mática do parasita),
Irritativa
(causam irritação local sem causar lesões traumátic
as),
Mecânica
(interferência no fluxo
alimentar ou de absorção de alimentos do hospedeiro
),
Tóxica(produção de enzimas e/ou
metabólitos tóxicos ao hospedeiro),
Traumática
(provocam lesões no hospedeiro) e
Anóxia
(diminuição da taxa de oxigênio pelas hemoglobinas
por interferência de parasitas).
Para esse curso, o foco será dado na relação HUMANO
– PARASITA, abrangendo o
ambiente no qual a espécie humana interfere, por ex
emplo, animais domesticados e condições
socioeconômicas dos...