Biologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 38 (9467 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Hepatite A

Agente Etiológico
É o vírus da hepatite A (VHA), um piconarvirus, um vírus RNA de 27 nm positivo, de um único sorotipo, e que é classificado com Hepatovirus, um membro da família Picornaviridae.

Características Gerais
Distribuído largamente em todo o mundo, a ocorrência pode ser esporádica ou epidêmica, com a tendência a ciclos recorrentes. Em países em desenvolvimento, osadultos são usualmente imunes e as epidemias não são comuns. Entretanto, com a melhoria de medidas sanitárias em muitas partes do mundo observa-se que os adultos jovens tornam-se suscetíveis e os surtos estão aumentando. Em países desenvolvidos a transmissão da doença é bastante freqüente em creches, em crianças e em contatos domiciliares. Pode ser transmitida também por via sexual, em contato comcasos agudos. Viajantes de áreas de baixa circulação do vírus podem se infectar quando vão para países onde a doença é endêmica. Quando as condições de saneamento são precárias a infecção é comum e ocorre nas idades precoces. Epidemias, muitas vezes, evoluem vagarosamente em países desenvolvidos, envolvendo áreas geográficas por muitos meses; fontes comuns epidêmicas podem evoluir explosivamente. Adoença é mais comum em crianças em idade escolar. Observa-se, contudo, que em anos recentes, são comuns os surtos em comunidades abertas e a água ou alimentos contaminados por manipuladores de alimentos têm sido as fontes mais freqüentes de transmissão. Em cerca de 25% dos surtos não tem sido possível identificar a fonte de infecção.

Patogênese
Início usualmente abrupto com febre, mal estar,anorexia, náusea e desconforto abdominal, e aparecimento de icterícia dentro de poucos dias. O quadro pode ser leve, com duração de 1 a 2 semanas, ou mais grave, podendo durar meses, ainda que seja uma situação rara. A convalescência é muitas vezes prolongada. A severidade, em geral está relacionada com a idade, e geralmente o curso é benigno, sem seqüelas e recorrências. Muitas infecções sãoassintomáticas, sem icterícia e leve, especialmente em crianças, e diagnosticada apenas através de testes laboratoriais. A taxa de letalidade é baixa, menor que 1/1.000 habitantes; de 1,5/1.000 habitantes em menores de 5 anos, e 27/1.000 para os maiores de 50 anos[1].

Tratamento
Como norma geral, recomenda-se o repouso até a normalização das transaminases. A base científica para a recomendação dorepouso se faz no sentido de se obter a redução do processo inflamatório e manter um fluxo sanguíneo adequado aos hepatócitos. Não há recomendações para dieta, a não ser restringir os alimentos gordurosos no período onde os sintomas digestivos são preponderantes e impedir a ingestão de bebidas alcoólicas e drogas de metabolização hepática[2].

Profilaxia
Notificação de surtos - a ocorrência desurtos (2 ou mais casos) requer a notificação imediata às autoridades de vigilância epidemiológica municipal, regional ou central, para que se desencadeie a investigação das fontes comuns e o controle da transmissão através de medidas preventivas (medidas educativas e imunização). No caso de creches e pré-escolas, ou instituições fechadas recomenda-se à notificação à vigilância epidemiológica logono primeiro caso, para que medidas precoces de caráter higiênico-sanitárias sejam tomadas visando a impedir a disseminação da infecção[3]. Orientações poderão ser obtidas junto à Central de Vigilância Epidemiológica - Disque CVE, no telefone é 0800-55-5466; 2) cuidados com o paciente- 
a) isolamento - é necessário o isolamento e afastamento do paciente das atividades normais (se criança,isolamento e afastamento da creche, pré-escola ou escola) durante as primeiras duas semanas da doença, e não mais que 1 mês depois do início da icterícia; exceções devem ser feitas e avaliadas no caso de surtos em creches com crianças muito jovens, sem controle esfincteriano (uso de fraldas), onde a exposição entérica está facilitada e pode ser prolongada.
b) desinfecção concorrente - disposição...
tracking img