Biologa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3563 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1

Revista Científica Indexada Linkania Júnior - ISSN: 2236-6652 Ano 2 - Nº 2 - Fevereiro/Março de 2012

Riscos à saúde humana causados pelo molusco Achatina fulica e o papel da enfermagem no seu controle: uma revisão bibliográfica
Risks to human health caused by the snail Achatina Fulica and the part that nursing plays in its control: A bibliographic research Jair Cáceres Silveira1, MarcosLima de Andrade1, Marcos Antonio Ferreira Júnior2

RESUMO Objetivos: O propósito deste estudo foi identificar os principais riscos que o Achatina fulica acarreta à saúde humana, bem como as formas de controle aos focos existentes no estado de Mato Grosso do Sul, identificar os fatores favoráveis à proliferação e o planejamento de ações de controle do molusco. Metodologia: trata-se de um estudobibliográfico documental, de abordagem qualitativa que analisa referências a partir de periódicos indexados na base de dados Scielo Brasil no período de 2002 a 2007. Depois de selecionados as estratégias de inclusão e exclusão foi realizado levantamento de dados, que foram organizados a fim de responder aos objetivos propostos. Resultados: Achatina fulica é hospedeiro intermediário de nematóides dogênero Angiostrongylus. Transmite Angiostrongylus cantonensis que causa a angiostrongilíase meningoencefálica e o Angiostrongylus costaricensis, que transmite uma outra forma da doença que compromete os órgãos abdominais. Conclusão: no Brasil não foi relatado caso da Angiostrongilíase Meningoencefálica, porém já foram identificados casos da Angiostrongilíase abdominal principalmente na região suldo país, pois o início da invasão do molusco africano se deu pelo estado do Paraná na década de 80. Palavra chave: Achatina fulica, molusco, Angiostrongylus costaricensis, verminose, vigilância sanitária.

ABSTRACT Objectives: This paper proposes to identify the main risks that the snail AchatinaFulica causes to human health, as well as the ways to control the existing outbreaks in the state ofMato Grosso do Sul and to identify the factors that favor the proliferation of this snail and plans for the their control. Methodology: This is a bibliographic study of documents, in a qualitative way that analyses references from the periodicals indexed in the Brazilian Scielo data base in the period of 2002 to 2007. After selecting the inclusion and exclusion strategies,
Enfermeiros, egressosdo Curso de Enfermagem da Universidade Católica Dom Bosco - UCDB, Campo Grande, MS. 2 Orientador. Enfermeiro, Mestre em Educação pela Universidade Católica Dom Bosco, Doutor em Saúde e Desenvolvimento da Região Centro-Oeste pela Faculdade de Medicina Dr. Hélio Mandetta da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Professor do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande doNorte, Natal, Rio Grande do Norte, Brasil.
1

www.linkania.org

2

Revista Científica Indexada Linkania Júnior - ISSN: 2236-6652 Ano 2 - Nº 2 – Fevereiro/Março de 2012 the data were selected and were organized in a way to answer the questions and proposals of this paper. Results: The Achatina Fulica snail is the intermediary host for nematodes of the genus Angiostrongylus. They transmitAngiostrongylus Cantonensis which causes Angiostrongiliase Meningoencephalica and Angiostrongylus Costaricensis which causes another form of the illness that compromises the abdominal organs. Conclusion: In Brazil there have been no cases of Angiostrongiliase Meningoencephalica reported, but cases of abdominal Angiostrongiliase have already been identified in the southern region of the country, sincethe start of the invasion by this African snail occurred in the state of Paraná in the decade of 1980. Key words: Achatina Fulica, Snail, Angiostrongylus Costaricensis, verminosis (worms), Health Inspection.

1 Introdução Ao final da década de 1980, o Brasil passou a receber um hóspede que se tornou bastante indesejado e causou muitos problemas. Originário do leste e do nordeste da África...
tracking img