Biografia de Mary Shelley

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (693 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Biografia Mary Shelley


Mary Shelley nasceu em Somers Town, Londres. Filha da filósofa feminista, educadora e escritora Mary Wollstonecraft, e do filósofo, escritor e jornalista William Godwin.Sua mãe morreu de septicemia puerperal dez dias após Mary nascer. Seu pai criou Mary junto com sua meia irmã, Fanny Imlay.
Embora Mary Shelley tenha recebido pouca educação formal, seu pai a tutoriouem vários assuntos. Frequentemente levava as crianças em viagens educacionais, e elas também tinham acesso a sua biblioteca e a muitos intelectuais que o visitavam, incluindo o poeta romântico SamuelTaylor Coleridge e o ex-vice-presidente dos Estados Unidos Aaron Burr. Godwin admitiu que não educou as meninas de acordo com a filosofia de Mary Wollstonecraft disposto em trabalhos como AVindication of the Rights of Woman (1792), mas Mary Shelley, todavia, recebeu uma educação incomum e avançada para uma garota da sua época. Ela teve uma educadora, um tutor, e leu vários livros infantis de seupai sobre a história de Roma e da Grécia em manuscrito. Por 6 meses em 1811, ela frequentou um colégio interno em Ramsgate. Seu pai a descreveu aos 15 anos como "uma mente ativa, um tanto imperativa esingularmente brilhante. Seu desejo de conhecimento é grande, e sua perseverança em tudo o que empreende é quase invencível".
Em Junho de 1812, seu pai a mandou para junto do dissidente radicalWilliam Baxterher, perto de Dundee, Escócia.17 Para Baxter, ele escreveu, "Estou ansioso pelo que ela pode trazer... como uma filófosa, ou mesmo como uma cínica." Eruditos especularam que ela pode tersido afastada para cuidar da saúde, retirá-la dos negócios, ou introduzi-la na política radical. Mary Shelley revelou-se nos arredores espaçosos da casa de Baxter e na companhia de suas quatro filhas eretornou para o norte em 1813 onde passou os próximos 10 meses. Na introdução de Frankenstein de 1831, ela relembrou: "Escrevi no mais simples e comum estilo. Embaixo das árvores nos campos que...
tracking img