Bio quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1022 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução à Bioquímica

Considerações iniciais


A Bioquímica é normalmente definida como o estudo das reações químicas em organismos. Esta definição geral abrange diversos campos de estudo, abrindo portas à existência de múltiplas subdisciplinas que exploram aspectos particulares dos seres vivos. Mostra também que a Bioquímica é uma ciência de natureza multidisciplinar e queé o resultado da necessidade da criação de um campo de estudo que reúna conhecimentos da Química, da Biologia e da Física. A partir de agora, passaremos formalmente a estudar Bioquímica, mas ainda com forte influência da Química. Isso é esperado, considerando-se que é esta a nossa disciplina ou o componente curricular.




Um história verdadeira: “Óleo de Lorenzo”

A ADL(adrenoleucodistrofia) resulta da deficiência de uma proteína gordurosa (lipase acil CoA) que transfere os ácidos graxos de cadeia muito longa através da membrana dos peroxissomos. Essa atividade anormal leva a um acúmulo excessivo de AGCML ou ácidos graxos de cadeia muito longa, 24 e 26 carbonos, em tecidos corporais, sobretudo no cérebro e nas glândulas adrenais. A conseqüência desse acúmulo é adestruição da bainha de mielina, afetando, assim, a transmissão de impulsos nervosos. Os mecanismos precisos através dos quais há destruição da bainha de mielina ainda são desconhecidos, o que já se cogita é que ocorra uma inflamação da bainha.


Sabe-se que é uma doença recessiva ligada ao cromossomo X, o que significa que afeta predominantemente os homens e é transmitida por mulheresportadoras que podem manifestar um grau leve da doença. O gene defeituoso que ocasiona a doença está localizado no lócus Xq-28 do cromossomo X. Esse gene é responsável pela codificação da enzima gordurosa. Como o gene defeituoso ocasiona uma mutação nessa enzima, os ácidos graxos de cadeia muito longa ficam impedidos de penetrar nos peroxissomos e se acumulam no interior celular.


Otratamento da insuficiência das glândulas adrenais é bastante eficaz se for tratada com administração de corticóides e para compensar a ausência destas substâncias. Os espasmos musculares são tratados com medicamentos anticonvulsivos. No entanto, o comprometimento do sistema nervoso central, a principal causa de deterioração física e mental, é o principal desafio para os pesquisadores, por serirreversível. Alguns estudos experimentais estão sendo realizados obtendo algum êxito com o transplante de medula óssea e dietoterapia com "Óleo de Lorenzo".




O Óleo


O “Óleo de Lorenzo” é uma combinação de ácido oléico (C18:1) e de ácido erúcico (C22:1). Uma mistura de 4 partes de trioleato de glicerol (fonte de ácido oleico) e 1 parte de trierucato de glicerol (fonte de ácidoerúcico). Este óleo parece atuar reduzindo a velocidade da síntese dos ácidos graxos, normalizando os índices no plasma e lentificando a deterioração neurológica. O consumo do óleo de Lorenzo, que inibe a síntese endógena dos AGCML, associado a uma dieta hipogordurosa e restrita nestas gorduras, contribui para a normalização dos níveis plasmáticos de AGCML e prevenção da evolução do quadro clínico nestespacientes.
2




A história


O “Óleo de Lorenzo” foi idealizado nos anos 80 por Augusto e Michaela Odone, pais de um menino portador de adrenoleucodistrofia ligada ao X, uma doença até a época sem opção de tratamento, de curso irreversível e que levava ao óbito, aproximadamente três anos após o diagnóstico. Inconformados com este prognóstico, Augusto e Michaelaestudaram em profundidade e chegaram à hipótese de que o uso de um óleo à base de ácido graxo erúcico e oleico poderia estabilizar o curso da doença. Augusto e Michaela estavam corretos, e deram a esta mistura o nome de óleo de Lorenzo, em homenagem ao seu filho. Saliente-se que a dieta não pode reverter danos ao sistema nervoso, bem como suas conseqüências, mas o fato é que foi possível...
tracking img