Bio - digestr

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3075 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
INSTITUTO DE TECNOLOGIA – DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA
IT 136 E 137 ENERGIA NA AGRICULTURA I E II

BIODIGESTORES

keillaboehler@gmail.com

Definição
Tanque protegido do contato com o ar atmosférico,
onde a matéria orgânica contida nos efluentes é
metabolizada por bactérias anaeróbicas.

Composição
Em geral, todos os tipos são compostos deduas partes:
Recipiente para abrigar e permitir a digestão da biomassa
(tanque);
Gasômetro para armazenar o biogás (campânula).

Função
Fornecer as condições propícias para degradação da
material orgânico por bactérias metanogênicas.
Como resultado da fermentação também ocorre a
liberação de biogás e a produção de biofertilizante.
De acordo com LUCAS JUNIOR & SILVA, (1998):
A digestãoanaeróbia é um processo biológico natural.
Pode ser usada para tratamento de dejetos sólidos e
líquidos.
Relaciona-se aos aspectos de saneamento e energia
alternativa (biogás).
Estimula a reciclagem orgânica e de nutrientes, na forma
do biofertilizante.

Histórico
O interesse no Brasil
décadas de 70 e 80,
principalmente entre os suinocultores.
Fatores responsáveis pelo insucesso dosprogramas
de biodigestores:
falta de conhecimento técnico sobre a construção e
operação dos biodigestores;
o custo de implantação e manutenção elevado;
equipamentos de distribuição do biofertilizante na
forma líquida com custo elevados (aquisição,
transporte e distribuição);
falta de equipamentos desenvolvidos exclusivamente
para o uso de biogás,
e baixa durabilidade dos equipamentosadaptados;

Histórico
ausência de condensadores para água e de filtros para
os gases corrosivos gerados no processo de
biodigestão;
disponibilidade e baixo custo da energia elétrica e do
GLP;
e não resolução da questão ambiental,
os reatores não são considerados como um sistema
completo de tratamento.

O ressurgimento se deve a utilização das mantas
plásticas na construção dosbiodigestores.
material de alta versatilidade e baixo custo.

Situação
Programas oficiais, lançados em 2005.
Estímulo à implantação para geração de energia;
Possibilidade de participação do mercado de
carbono.
Diminuição do impacto ambiental e agregação de
valor.
Redução a dependência de adubos químicos
Redução a dependência de energia térmica para os
diversos usos;
Redução da poluiçãocausada por armazenamento
/tratamentos dos dejetos em esterqueiras e lagoas.

Abastecimento
Contínuo
¾ do abastecimento diário de biomassa, com descarga
proporcional à entrada de biomassa;
não param o fornecimento de gás.
Ex.: Indiano, chinês e canadense.

Intermitente
quando utiliza sua capacidade máxima de armazenamento de
biomassa, retendo-a até a completa biodigestão.
São retirados osrestos da digestão e faz-se nova recarga.
param o fornecimento de gás para a retirada do material
decomposto.
Ex.: Batelada.

Modelos de Biodigestor

Figura 1 – Representação
tridimensional em corte do
biodigestor modelo indiano

Figura 2 – Representação
tridimensional em corte do
biodigestor modelo chinês.

Figura 3 – Representação
tridimensional em corte do
biodigestor modelobatelada.

Figuras 1, 2 e 3 fonte: Deganutti, R. et all. (2002)

Constituição
Caixa Descarga:
feita em alvenaria;
local onde os dejetos diluídos em água serão
colocados para serem introduzidos no sistema;
Tubo de Carga:
serve para conduzir o material, por gravidade, desde a
caixa de carga até o interior do biodigestor.
normalmente utiliza-se um tubo em PVC com 150 mm
de diâmetro;Câmara de biodigestão:
local onde ocorrerá a fermentação do material e a
conseqüente liberação do biogás.
deverá ser construída em alvenaria;

Constituição
Gasômetro:
elemento responsável por armazenar o biogás
produzido, permitindo o seu fornecimento com pressão
constante.
no caso do modelo Indiano:
Movimenta-se para cima ou para baixo, de acordo com o
volume de biogás acumulado ou...
tracking img