Billy eliot

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1638 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Hereditariedade


Transmissão de características hereditárias

A transmissão de características hereditárias foi reconhecida e relatada por sucessivas gerações humanas, ao longo de milhares de anos. Em 1886, Gregor Mendel publicou os resultados de uma série de experiências com ervilheiras onde foram lançados os alicerces da genética.
Mendel levou a cabo experiências de monoibridismo, emque seguiu a transmissão de um único carácter hereditário. Para tal, cruzou linhas puras de duas variedades de ervilheiras que deferiam num carácter objectivo, fácil de observar e que apenas podia assumir uma de duas formas alternativas (flores brancas ou púrpura, caule baixo ou alto, sementes lisas ou rugosas, entre outras). Designou essa geração como geração parental (P). Aos descendentes dageração parental chamou geração F1 ou híbridos da 1ª geração e chamou geração F2 ou híbridos da 2ª geração à resultante do autocruzamento dos indivíduos da geração F1.
Mendel quantificou os indivíduos das gerações F1 e F2 em relação ao carácter em estudo e verificou que os indivíduos da geração F1 eram uniformes em relação a esse carácter e que na geração F2 surgia de novo o carácter ausente nageração F1 numa proporção de 1:3, que se repetia em todas as experiências. A figura seguinte ilustra uma das experiências de monoibridismo realizadas por Mendel.













Das experiências de Mendel, salientam-se os seguintes princípios:
- para cada carácter existem dois factores alternativos;
- cada organismo possui dois factores para cada carácter, idênticos ou diferentes;
-nos organismos que possuem dois factores diferentes para um carácter, aquele que se manifesta é dominante e aquele que não se manifesta é recessivo;
- na formação dos gâmetas, os factores separam-se, de tal modo que os gâmetas possuem apenas um dos factores, sendo, por isso, puros.
A observação dos cromossomas e do seu comportamento durante a meiose confirmou-os como portadores dos factoreshereditários referidos por Mendel. Sutton e Boveri lançaram as bases da Teoria Cromossómica da Hereditariedade, mais tarde confirmada e ampliada por Morgan.
Segundo a Teoria Cromossómica da Hereditariedade:
- os factores hereditários referidos por Mendel são os genes localizados nos cromossomas;
- as versões alternativas do mesmo gene designam-se genes alelos e localizam-se no mesmo locus emcromossomas homólogos;
- durante a formação dos gâmetas, pelo processo de meiose, os genes alelos são separados como consequência da segregação dos cromossomas homólogos. Assim, cada gâmeta recebe apenas um dos genes alelos;
- a distribuição dos diferentes genes pelos gâmetas faz de modo independente.
À luz da Teoria Cromossómica da Hereditariedade, os princípios enunciados por Mendel foramorganizados sob a forma de leis, que receberam o seu nome, e que se aplicam a todas as espécies diplóides, incluindo a espécie humana.
Lei de Segregação Factorial ou 1º. Lei de Mendel - os dois elementos de um par de genes alelos separam-se nos gâmetas de tal modo que a probabilidade de se formarem gâmetas com um alelo é igual à probabilidade de se formarem gâmetas com o outro alelo.
Lei daSegregação Independente ou 2.ª lei de Mendel - durante a formação dos gâmetas, a segregação dos alelos de um gene é independente da segregação dos alelos de outro gene.
A figura seguinte ilustra Gregor Mendel.















O quadro seguinte resume alguns conceitos implícitos nos trabalhos de Mendel ou que se desenvolveram posteriormente, e que são hoje amplamente utilizadosem genética.
|Carácter |Nome utilizado para referir uma característica de transmissão hereditária. |
|Gene |Unidade discreta de hereditariedade. É o factor responsável pela transmissão das |
| |características hereditárias e corresponde a uma sequência de...
tracking img