Bem estar espiritual na saude mental de estudantes universitaros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3921 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO

OBJETIVO: Examinar a influência do bem-estar espiritual na saúde mental de estudantes universitários.
MÉTODOS: Estudo transversal com 464 universitários das áreas de medicina e de direito, de Pelotas, RS. A coleta de dados foi realizada em grupos na sala de aula. Os alunos ausentes foram localizados para responderem individualmente; entretanto, 43 não foram encontrados (9,3% deperda). Utilizou-se um questionário auto-aplicável contendo: escala de bem-estar espiritual (SWBS), SRQ-20 (Self-Reporting Questionnaire) e informações sociodemográficas sobre práticas religiosas/espirituais e sobre a ocorrência de eventos de vida produtores de estresse. Para análise estatística, foram utilizados os testes de qui-quadrado e regressão logística.
RESULTADOS: A maioria dos alunos (80%)afirma possuir uma crença espiritual ou religião. O escore médio de bem-estar espiritual foi de 90,4, sendo de 45,6 e 45,1 para as sub-escalas existencial e religiosa, respectivamente. A SWBS apresentou associação com a freqüência a serviços religiosos e práticas espirituais, e não demonstrou ser influenciada por variáveis sociodemográficas e culturais. Indivíduos com bem-estar espiritual baixo emoderado apresentaram o dobro de chances de possuir transtornos psiquiátricos menores (TPM) (OR=0,42; IC95% 0,22-0,85). Sujeitos com bem-estar existencial baixo e moderado apresentaram quase cinco vezes mais TPM (OR=0,19; IC95% 0,08-0,45).
CONCLUSÕES: O presente estudo mostrou que o bem-estar espiritual atua como fator protetor para transtornos psiquiátricos menores, sendo a sub-escala debem-estar existencial a maior responsável pelos resultados obtidos.

Descritores: Saúde mental. Religião e medicina. Espiritualidade. Estudantes. Estudos transversais. Fatores socioeconômicos.

ABSTRACT

OBJECTIVE: To assess the influence of spiritual well-being in mental health of college students.
METHODS: It was interviewed 464 medical and law students of Pelotas, Brazil. Data collection wascarried out in groups in the school classroom, 43 absent students were not interviewed and represented a loss of 9.3% of the sample. It was used a self-reported questionnaire with three instruments: 1) Spiritual Well-Being Scale (SWBS), 2) SRQ-20, and 3) a precoded questionnaire with questions on sociodemographic data, religious/spiritual practices, and stressful life events. Statistical analysiswas performed using Chi-square test and logistic regression.
RESULTS: Most of the students (80%) declared that they had a spiritual belief and/or religious denomination. The mean score of spiritual well-being was 90.4 with scores 45.6 and 45.1 in the existential and religious subscales, respectively. SWBS showed an association with religious practices, but it was not influenced bysociodemographic and cultural variables. Subjects presenting low and moderate spiritual well-being showed a doubled risk of presenting minor psychiatric disorders (MPD) (OR=0.42; 95%CI: 0.22-0.85). Subjects presenting low or moderate existential well-being showed almost five times more MPD (OR=0.19; 95%CI: 0.08-0.45).
CONCLUSIONS: The study reveals spiritual well-being as a protection factor for minorpsychiatric disorders, and that the results were mostly due to the Existential Well-Being subscale.

Keywords: Mental health. Religion and medicine. Spirituality. Students. Cross-sectional studies. Socioeconomic factors.





INTRODUÇÃO

Segundo a Organização Mundial de Saúde, 450 milhões de pessoas sofrem de transtornos mentais, resultantes de uma complexa interação de fatores genéticos eambientais. O impacto desses distúrbios evidencia-se por representarem quatro das dez principais causas de incapacitação. Estudos epidemiológicos, realizados em centros de atenção primária de 14 países, mostraram que cerca de 24% da clientela apresenta transtornos psiquiátricos, sendo os diagnósticos mais freqüentes depressão, ansiedade e uso inadequado de substâncias.14 Na população urbana de...
tracking img