Baropatias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1502 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
BAROPATIAS OCUPACIONAIS
BAROPATIAS OCUPACIONAIS
Origem do termo
Baro – Do grego báros (peso, pressão).
Patia – Do grego páthos (doença).
Baropatia é o conjunto de sintomas que se manifestam em decorrência de variações da pressão atmosférica.
Segundo Bellusci (1996), Baropatias são, em termos sucintos, doenças causadas por exposição a alterações da pressão atmosférica.
A atmosfera exercesobre o nosso organismo a chamada pressão atmosférica ou pressão barométrica, que varia com a altitude; ou seja, se subirmos uma montanha muito alta ou tomarmos um avião, teremos sobre nós uma pressão menor da atmosfera; se entrarmos no mar, a grandes profundidades, teremos sobre nós uma pressão maior exercida pela atmosfera e pela água.
Em condições normais, no nível do mar, com temperatura de0ºC, essa pressão é de 1 atm, que equivale à pressão exercida por uma coluna de 760 mmHg ou 10m de água.
A cada 10m de profundidade do mar, nosso organismo está exposto a aproximadamente mais 1 atm de pressão. Portanto, no nível do mar, à temperatura de 0ºC, a pressão é de 1 atm; a 10m de profundidade, é de 2 atm; e a 20m, de 3 atm.
A 6.000m de altura, a pressão é de 0,5 atm; e, a 40.000m, épraticamente nula.
Normalmente, a pressão exercida pelos líquidos internos de nosso organismo está em equilíbrio com a pressão atmosférica. Quando há aumento ou diminuição da pressão atmosférica, podem ocorrer lesões mecânicas em tecidos moles, assim como alterações na distribuição de gases através das células e até morte.
Esse é um problema ao qual estão expostas as pessoas que trabalham em caixõespneumáticos e em submarinos, assim como os mergulhadores, aeronautas, alpinistas e todos os que realizam múltiplas atividades em tubulões e escavação de túneis pelo método Shield com ar comprimido.
A Pressão Atmosférica e a orelha
O equilíbrio entre a pressão interna da orelha e a pressão externa do meio ambiente é fundamental para a audição, para o equilíbrio do corpo e para a integridade dostecidos que o formam.
O aumento ou a diminuição brusca da pressão atmosférica pode romper o tímpano e os ossículos da orelha média. O indivíduo tem sensação de orelha ocluída, hipoacusia, zumbido, dor puntiforme e violenta no momento da ruptura e, às vezes, sofre vertigem.
O tratamento é por instilação nasal de vasoconstritores e drenagem de líquidos. Também os antibióticos são utilizados quandohá possibilidade de infecção.
Em geral, a laceração do tímpano cicatriza espontaneamente em dez a vinte dias com recuperação total, mas pode ser necessária uma timpanoplastia.
A prevenção de lesões da orelha é feita com o uso de manobras de descompressão timpânica e cura de todas as afecções que podem provocar estenose da tuba auditiva.

A Pressão Atmosférica e os seios paranasais
Os seiosparanasais, por serem ocos, também sofrem lesões em condições hiperbáricas. Os mais comumente afetados são os frontais. Os sintomas são dor local intensa, edema, congestão, ruptura de capilares, hemorragia e deslocamento de mucosa.
Essas lesões se complicam facilmente com infecções bacterianas. A terapia consiste em aerossóis e instilação nasal de descongestionante e vasoconstritor. Os antibióticostambém são utilizados quando há possibilidade de infecção.
A Pressão Atmosférica e os dentes
Os dentes podem doer agudamente quando o indivíduo é submetido a alterações de pressão atmosférica, se houver pequenas fissuras em obturações ou coroas. O tratamento é odontológico.
A Pressão Atmosférica e os pulmões
Os pulmões e a caixa torácica constituem estruturas de notável elasticidade enormalmente suportam bem variações de pressão atmosférica. Mas circunstâncias como a obstrução patológica dos brônquios ou a alteração de ritmo da respiração podem provocar lesão pulmonar grave.
Para compreendermos como os pulmões podem ser afetados, as vezes letalmente, pelas variações da pressão atmosférica, tomemos o exemplo de um mergulhador que sobe à tona, vindo de uma profundidade de 50m, ou de...
tracking img