Barca do inferno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (289 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de janeiro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de grupo - O Frade (Frei Babriel)

Símbolos cénicos:

- Uma rapariga (Florença)
- Um broquel (pequeno escudo)
- Uma espada
- Um casco (capacete)
- Um capelo (hábitode frade)

Críticas com esses símbolos:

- O frade dedicava-se aos prazeres da vida em vez de se dedicar a Deus e à vida religiosa.

Tipo:

- Clero

Argumentos de Acusação:- Quebrou os votos de castidade e de pobreza;
- Dedicava-se aos prazeres da vida, ao jogo e à vida comum.

O Frade não nega as acusações feitas, pois:

- Acreditava que o seuhábito o iria salvar da ida para a Barca do Inferno;
- Tinha rezado muito na Terra.

Argumentos de Defesa:

- Ter um hábito;
- Ter rezado muito durante a sua vida;
- Ser umapessoa importante na Igreja.

Explica as expressões:
“Gentil padre mundanal”: Esta expressão significa que o padre se dedicou aos prazeres da vida em vez de se dedicar aos ensinamentosde Deus.

“Diabo-(...) E não os punham lá grosa / no vosso convento santo?
Frade- E eles faziam outro tanto!”: Esta expressão remete-nos a uma crítica feita por Gil Vicente ao Clero,acusando os frades de terem todos os mesmos defeitos.

O Anjo recusa-se a falar com o Frade porque:

- Acha que os seus pecados são demasiado graves para falar com ele, vistoque ele representa a Igreja. Sendo assim e visto que o Anjo também a representa, até sente vergonha de falar com ele

Frade aceita a sentença porque:

- tem noção que errou, pois nãocumpriu as regras da igreja.
- porque viu que o anjo não quis falar com ele, percebendo que os seus pecados eram graves.

Caracterização do Frade:

- Egoísta
- Arrogante
-Alegre
- Confiante
- Domina algumas actividades pertencentes à Nobreza.

Desenlace:

- O frade rende-se e acaba por ir para a barca liderada pelo diabo, com direcção ao Inferno.
tracking img