Bancos virtuais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2785 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução



Ocasionalmente, o mundo experimenta uma revolução tecnológica que muda a forma como as pessoas vivem e interagem. Na antiguidade, desenvolvimento na agricultura, irrigação e engenharia civil levaram à criação de cidades e da cultura urbana. Na idade média a invenção da imprensa gradualmente tornou livros, revistas, jornais e todo o tipo de informação impressa, antesrestrita a determinados segmentos da sociedade, disponíveis a toda a população letrada. No século XIX, a revolução industrial, iniciada em 1776 com o surgimento e utilização industrial do motor a vapor, criou motores, indústria e ferrovias, aumentando significativamente a produção de alimentos e bens de consumo.


A revolução da informação, como vem sendo denominado o período de fortestransformações que vivemos atualmente, iniciou-se com a difusão na utilização dos primeiros computadores, fenômeno ocorrido na década de 1960 e tem como principal pilar de sustentação a comunicação entre estes. Hoje podemos vê, comprar, trocar e realiza qualquer tipo de negociação com qualquer parte do mundo, isso graças à internet.


Com a imensa gama de produtos e serviços que a internet possuios bancos ou instituições financeiras não poderiam ficar de fora. A criação dos bancos virtuais mostra que a tecnologia não estacionaria apenas nos caixas eletrônicos.









O Surgimento dos Bancos Virtuais


As novas tecnologias da informação e da comunicação estão modificando nosso jeito de trabalhar, de aprender, nosso conceito de tempo, espaço e comunidade, e aforma como educamos nossos filhos e de nos divertimos. Certamente somos cidadãos de uma “cidade eletrônica”. Ela possui todos os elementos de uma cidade convencional atual: escolas públicas e privadas, órgãos governamentais, empresas públicas e privadas, organizações comunitárias, museus, salas de imprensa, centros de recreação, bancos virtuais, bibliotecas entre outras instituições. Nessa “cidadeeletrônica”, os acessos e encontros ocorrem por meio de chamadas telefônicas via modem a serviços on line ou por meio da internet. Trata-se de uma verdadeira “sociedade virtual”.

O conceito de corporação virtual surge da possibilidade de os funcionários não necessitarem está fisicamente presentes nas instalações da empresa para estarem trabalhando; podem fazê-lo em suas própriasresidências. Essa possibilidade existe em função dos recursos que a tecnologia de informática atualmente disponibiliza.

Os bancos puramente virtuais devem ter registro no banco central a fim de assegurar seus clientes, visto que suas transações são operadas por telefone, fac-símile, microcomputadores ou terminais eletrônicos e se você precisar de algo que não possa ser realizado por meioseletrônicos, o banco virtual vai á sua casa por intermédio do courier, um mensageiro que leva e traz todos os tipos de documentos, exceto dinheiro.


Os bancos virtuais existem por causas das necessidades que o mercado exige e da comodidade que esse serviço oferece. Os correntistas têm certo comprometimento pessoal com o banco, pois os mesmos lhe enchem de certas mordomias, poupado-o da perda detempo ou da espera nas filas em frente do caixa, possibilitando as transações bancárias em horários móveis como o acesso de casa, do trabalho, do celular, do fax, do trânsito caótico, fora da cidade natal ou pais, além do descanso para as pernas, o refresco que ele representa para outra parte sensível do corpo, o bolso. Por ter um custo operacional menor, o banco virtual pode cobrar tarifasinferiores às praticadas pelos bancos convencionais.

A idéia básica por traz dos chamados bancos virtuais é manter o cliente longe da agência. Sua comodidade parece vir em primeiro lugar, mas há ai também a conveniência para os bancos: menos gente nas agências significa reduzir despesas com agências físicas e custos administrativos mais baixos.

Outras vantagens para os virtuais são:...
tracking img