Bacteria no iogurte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1023 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Atividade experimental:



[pic]















Disciplina de: Química Aplicada

Professora: Julieta Domingues

Henorton Moreno nº10 Pal 2º

Nuno Pinto nº27 Pal 2º





-Objetivo:

Observar através do microscópio bactérias responsáveis pelo fabrico do iogurte, por coloração simples.





Fundamento teórico:

O iogurte é uma forma de leite em queo açúcar (a lactose) foi transformado em ácido láctico, por fermentação bacteriana. É um líquido espesso, branco e levemente ácido, muito nutritivo e, por essa razão, muitas vezes é servido e mesmo vendido misturado com frutas, chocolate ou outro tipo de adoçante. [pic]fig 1- iogurte

O iogurte além de poder aumentar a longevidade, possui outras benéficas propriedades nutricionais, graças aos fermentoslácteos, como o Lactobacillus bulgaricus e o Streptococcus termophilus, aos quais se juntam o leite, depois de homogeneizado e pasteurizado. Devido ao facto de ser obtido mediante fermentação láctea, o iogurte é muito fácil de digerir, o que o torna o produto ideal para pessoas com problemas gastrointestinais. Contudo, não se esgotam aqui os benefícios deste alimento. Por exemplo o seu consumo regulao sistema imunológico, sem esquecer que se trata de uma excelente fonte de cálcio e, como tal, a sua ingestão é uma fonte de ajuda no crescimento das crianças.

Características do iogurte

▪ Os iogurtes apresentam-se com consistência pastosa;

▪ Seu gosto e odor são acidulados;

▪ Apresentam ácido lático na proporção de 0,5 a 1,5%;

▪ Seu teor de álcool deve ser menor que0,25%;

▪ Deve estar contido em um recipiente de lacre inviolável;

▪ Presença de germes da flora normal com vitalidade;

▪ Ausência de patógenos, impurezas, coliformes e outros componentes estranhos.

            As bactérias são seres unicelulares a clorofilados, microscópicos, que se produzem por divisão binária. Elas são células esféricas ou em forma de bastonetes curtos comtamanhos variados, alcançando às vezes micrômetros linearmente. Na maioria das espécies, a proteção da célula é feita por uma camada extremamente resistente, a parede celular, havendo imediatamente abaixo uma membrana citoplasmática que delimita um único compartimento contendo DNA, RNA, proteínas e pequenas moléculas.

As bactérias podem ser classificadas, quanto a sua fórmula, em três gruposbásicos:

            - Cocos, que são células esféricas que quando agrupadas aos pares recebem o nome de diplococos. Quando o agrupamento constitui uma cadeia de cocos estes são denominados estreptococos. Cocos em grupos irregulares, lembrando cachos de uva recebem a designação de estafilococos.

            - Bacilos, são células cilíndricas, em forma de bastonetes, em geral se apresentam comocélulas isoladas porém, ocasionalmente, pode-se observar bacilos aos pares (diplobacilos) ou em cadeias (streptobacilos).

            - Espirilos são células espiraladas e geralmente se apresentam como células isoladas.





-

















Fig 2: Formas que as bactérias podem apresentar

Protocolo experimental:



Material/Reagentes:

• Microscópio• Lâminas

• Placa de Petri com 2 varetas de vidro (tina de coloração

• Ansa de inoculação

• Fósforos

• Papel de filtro

• Papel de limpeza

• Álcool a 96%

• Gobelé com água destilada

• Conta-gotas

• Solução de azul-de-metileno

• Iogurte natural



Procedimento experimental:

1. Coloquei 1 gota de água destilada numalâmina seca;

2. Com uma ansa de inoculação, esterilizada, retirei uma gota de iogurte, após estar homogeneizado; Espalhei na lâmina sobre a gota de água fazendo um esfregaço, como mostra a figura;

3. Sequei o esfregaço ao ar durante alguns minutos;

4. Fixei o esfregaço, inundando a lâmina com álcool, durante 5 minutos;

5. Coloquei a lâmina na tina de coloração, sobre...
tracking img