Aziendalismo resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1084 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aziendalismo
Sendo a azienda a célula social onde o homem desenvolve atividades para a satisfação de suas necessidades, chamada, impropriamente de “entidade”, poderá ser denotada como “organização” ou “instituição”. Constitui-se em elementos humanos e patrimônio ou riqueza.
Desta forma, a inspiração do Aziendalismo foi a necessidade de admitir complexo de conhecimento em torno da azienda, ouseja, sistemas de ciências que cuidavam de fenômenos ocorridos nesse mundo particular, onde não só a riqueza é a produtora de fenômenos aziendais, mas a azienda só pode existir com a riqueza.
Os precursores a este pensamento contribuíram à ciência administrativa, só se lembrando das empresas. E esqueceram-se do campo da contabilidade ao levantamento patrimonial.
Fábio besta e Giuseppe Cerboni,precursores da Escola Aziendalista, desenvolveram seus estudos com base no fundamento jurídico e econômico das entidades, ampliaram o campo de pesquisa para os aspectos de gestão das entidades, focando sobre as questões de organização e administração.
Nessa proposição, a contabilidade é considerada a ciência da administração econômica das entidades e estuda não só os resultados de uma gestão, mastambém seus princípios e constituição harmônica das pessoas daquela organização.
Aprofundando-se no significado e abrangência das aziendas, os defensores dessa escola apresentaram ainda os elementos humanos que compõem as aziendas, que poderiam ser pessoas detentoras das vontades principais e que constituem as aziendas para suprimento de suas necessidades (nesse caso exercem função volitiva) epessoas que comandam as aziendas ou dirigem as vontades (aqueles que exercem função diretiva). Haveria, ainda, pessoas que executariam as vontades e os comandos (função executiva).
Podemos então, afirmar que a riqueza era classificada em dois grupos: aquela que visa a obtenção de lucros e aquela que procura cumprir as necessidades humanas de natureza ideal.
Essa escola não teve tanta preocupação emclassificar contas, como fizeram outras escolas de pensamento contábil. Entretanto, classificou as variações patrimoniais em três grupos:
1-Variações permutativas
2-Variações modificativas
3- Variações mistas
Enquanto os adeptos do aziendalismo defendiam que os fenômenos a serem estudados eram as aziendas, restringindo assim o campo de atuação da contabilidade ao levantamento de fontespatrimoniais, o professor Vicenzo Mais procurava demonstrar que o estudo da contabilidade é bem mais amplo, surgindo daí uma das mais importantes correntes de pensamento contábil, o patrimonialismo.
Como a corrente aziendalista foi fruto da contribuição de vários pensadores, apresentaremos os principais pensadores e suas contribuições e concepções.

J.G. Courcelle-Seneuil
Afirmava que a confusãoentre escrita contábil e contabilidade é própria dos que vulgarizam o ensino e enquanto os contadores são de maior utilidades e nível superior, os escriturários não passam de pessoas rotineiras.

Leo Gomberg
Apresentou os conceitos de causa e efeito paras relações patrimoniais, estabelecendo que o débito era o efeito e o crédito era a causa, assim como, de forma respectiva, o ativo e passivo eramefeito e causa.
O que se percebe, nos estudos de Gomberg, é o imenso desejo de transcender os limites acanhados dos registros contábeis, embora nem sempre tenha o mesmo alcançado a total libertação, o que é plenamente justificável, se observamos que o progresso do conhecimento se processa sempre por estratificações que demandam atmosferas cultuais específicas.

Johann Friedrich Schär
Aciência do comércio que ele apregoa teria ainda como objeto o enfoque do social, do ético, adequando-se ao que era comum na época e que pendia para tal área com relevo.
A contabilidade, tratada por ele, não transcendeu dos limites de uma escrituração, não trazendo tal autor, em relação à época, contribuição que pudesse ser notória.

H. Nicklisch
Teve como principio a maximização da economicidade,...
tracking img