Aula 5 revisao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2565 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP
DISCIPLINA : GESTÃO DO TERCEIRO SETOR

TURMAS : D40/ N41/ N42 PROF. JULIO FERNANDES



AULA 5- 09/10 - 22/10/2012

O MARKETING E O TERCEIRO SETOR



COMO DEFINIÇÃO CLÁSSICA, TEMOS QUE MARKETING É : “ UM PROCESSO SOCIAL E GERENCIAL PELO QUAL OSINDIVÍDUOS E GRUPOS OBTÊM O QUE NECESSITAM E DESEJAM ATRAVÉS DA CRIAÇÃO, OFERTA E TROCA DE PRODUTOS DE VALOR COM OUTROS.”

ESSE CONCEITO FAZ REFERÊNCIA À RELAÇÃO DE TROCA EM QUE HÁ NECESSIDADE DE, PELO MENOS, DOIS INDIVÍDUOS E ALGO DE VALOR PARA SER TROCADO COMO CONDIÇÕES BÁSICAS, ALÉM DE OUTRAS CONDIÇÕES , COMO A CAPACIDADE DE COMUNICAÇÃO E A ENTREGA E TOTAL LIBERDADE PARA ACEITAR OU REJEITAR ATRANSAÇÃO.

PARAFRASEANDO KOTLER , O QUE SE ESPERA DE UMA RELAÇÃO DE TROCA É A GERAÇÃO DE VALOR, QUE PODEMOS TRADUZIR COMO UMA CONDIÇÃO MELHOR PARA AMBAS AS PARTES APÓS A OCORRÊNCIA DA TROCA.

MARKETING É UM PROCESSO SOCIAL QUE EMANA DAS PESSOAS E FACILITA O ENCONTRO ENTRE OS INDIVÍDUOS QUE REVELAM SUAS NECESSIDADES E OS PRODUTOS DE VALOR PARA SUPRÍ-LAS. HÁ INDIVÍDUOS E HÁ VALOR PARA SEREMTROCADOS. A INTERVENÇÃO DO TERCEIRO SETOR OCORRE ENTRE AS PESSOAS QUE POSSUEM NECESSIDADES E QUE NÃO TÊM CONDIÇÕES DE SUPRÍ-LAS, O QUE É FRUTO DAS DESIGUALDADES SOCIAIS, E O VALOR, QUE, NESSE CASO, PODE SER CORPORIFICADO EM MELHORES CONDIÇÕES DE ABRIGO, ALIMENTAÇÃO, GERAÇÃO DE EMPREGO, EDUCAÇÃO, SAÚDE, ETC. A RELAÇÃO DE TROCA ESTÁ ESTABELECIDA. A GRANDE DIFERENÇA É QUE NÃO HÉ GERAÇÃO DE LUCROS, PELOMENOS NÃO DIRETAMENTE.

O QUE O MARKETING ALMEJA É UMA RESPOSTA COMPORTAMENTAL FAVORÁVEL. UMA EMPRESA ESPERA A COMPRA DE SEUS PRODUTOS E SERVIÇOS COMO RESPOSTA AOS SEUS ESFORÇOS DE MARKETING; UM POLÍTICO ESPERA UM VOTO DE SEU ELEITOR; UM CANDIDATO A UMA DETERMINADA VAGA CONTA COM UM EMPREGO; UM ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR MANTÉM RELAÇÕES DE TROCA DIFERENTES E, PORTANTO, ESPERA RESPOSTASCOMPORTAMENTAIS TAMBÉM DISTINTAS.

COMO EXEMPLO, PODEMOS CITAR UMA ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR QUE SURGIU PARA ATENDER ÀS NECESSIDADES ESPECÍFICAS DE CRIANÇAS DE RUA, PROMOVENDO AÇÕES PARA RETIRÁ-LAS DESSE AMBIENTE, PROPORCIONANDO-LHES CONDIÇÕES DE VIDA, COM MORADIA, ATENDIMENTO MÉDICO, EDUCAÇÃO E PROFISSIONALIZAÇÃO. ESSAS CRIANÇA SÃO O PÚBLICO-ALVO, O TARGET, O BENEFICIÁRIO DA ORGANIZAÇÃO.

OUTROCLIENTE COM O QUAL A ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR LIDA É O GRUPO DE ENTIDADES, PESSOAS JURÍDICAS E TAMBÉM FÍSICAS QUE SE CONFIGURAM COMO OS PROVEDORES DE RECURSOS PARA A EFETIVAÇÃO DOS PROJETOS SOCIAIS. ESSE COUTRO CLIENTE NÃO É O BENEFICIÁRIO, MAS O FORNECEDOR DA ORGANIZAÇÃO SOCIAL. A FIGURA É BASTANTE HÍBRIDA, POIS, MUITAS VEZES, NÃO APRESENTA NENHUMA NECESSIDADE NEM SOCILITA NENHUM TIPO DETROCA COMO RETORNO AO INVESTIMENTO REALIZADO. JÁ EM OUTRAS OCASIÕES, DEVEMOS TÊ-LO VERDADEIRAMENTE COMO CLIENTE, FORNECENDO TODA A ATENÇÃO PARA QUE SUAS NECESSIDADES ENQUANTO FINANCIADOR SEJA ATENDIDAS, NECESSIDADES QUE PODEM SER : EXPOSIÇÃO DA MARCA DE UM PRODUTO OU SERVIÇO, DIVULGAÇÃO INSTITUCIONAL, ETC.

UMA TERCEIRA RELAÇÃO QUE PODE SER FIRMADA ENTRE A ORGANIZAÇÃO DE TERCEIRO SETOR E CLIENTESDIZ RESPEITO À SOCIEDADE EM GERAL. SE ENTENDERMOS “CLIENTE” COMO AQUELE QUE ESTABELECE UMA RELAÇÃO DE TROCA COM OUTRO, PERCEBEREMOS QUE A ORGANIZAÇÃO DE TERCEIRO SETOR TAMBÉM ESTABELECE ESSE TIPO DE RELAÇÃO COM A SOCIEDADE EM GERAL, POIS ENTREGA A ELA INDIVÍDUOS MELHORES NOS ASPECTOS EMOCIONAIS ( ACEITAÇÃO, AUTO-ESTIMA) E MATERIAIS ( ALIMENTAÇÃO, SAÚDE, MORADIA, PROFISSIONALIZAÇÃO), RECEBENDOAPOIO DIRETO, POR MEIO DE PESSOAS COMPROMETIDAS COM AS CAUSAS SOCIAIS, E TAMBÉM INDIRETO, NO QUE DIZ RESPEITO À APROVAÇÃO E À DIVULGAÇÃO DAS AÇÕES.

O MARKETING PODE AUXILIAR AS ORGANIZAÇÕES DO TERCEIRO SETOR, TORNANDO-AS MAIS EFICIENTES EM DIVERSOS ASPECTOS :

- DIAGNÓSTICO DE SUA ATUAÇÃO;

- POSSIBILIDADE DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS ( ATRATIVIDADE);

- MELHORIA DE SEU PRODUTO OU SERVIÇO (...
tracking img