Atps fisica 1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2093 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHANGUERA EDUCACIONAL
FACULDADE ANHANGUERA
UNIDADE ANÁPOLIS
ENGENHARIA ELÉTRICA

FÍSICA I
ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

Alunos: Phablo RA:
Wesley Barbaresco Silva RA: 2120213759



ANÁPOLIS – 2011

-------------------------------------------------
ETAPA 1 – Aula Tema: Leis de Newton

Passo 1
Para evitar o deslizamento de pedras na encostade um morro, uma sugestão oferecida é a ancoragem delas por meio de um cabo de aço fortemente fixado a rochas. Para isso, vamos determinar alguns parâmetros desse cabo. Determine o peso da pedra sabendo que sua massa é de meia tonelada.
Figura 1 – Demonstração da força gravitacional exercida em um objeto.
O Peso (P) nada mais é que uma porção de massa (m) que, através da gravidade da terra (g), épuxada para o seu centro. Sua componente é desenhada com uma seta apontando para o centro da terra, a partir do centro do objeto analisado. Ver Figura 1.
O Peso P de um corpo é dado pela multiplicação de sua massa pelo valor da força gravitacional.
Pelo Sistema Internacional de medidas o Peso (P) é dado em N, a massa (m) em Kg e a gravidade (g) em m/s2. Neste exercício iremos considerar agravidade como sendo 9,8m/s2.
Massa m=500Kg
Gravidade g=9,8m/s2
Peso P= ?
P=mg
P=500 x 9,8
P=4900N

Passo 2
Represente um plano inclinado de 30º e determine a componente da força peso paralela ao plano.
Por ser tratar de um plano inclinado, a força Peso que seja exercida diretamente no plano, não é a mesma como se estivesse em um plano horizontal, no qual seria a própria força peso. No planoinclinado precisamos separar as componentes da força aplicada, que será o Px, que é a força aplicada paralela ao plano, e o Py, que é a força aplicada perpendicular ao plano. É como se fosse um plano cartesiano com o eixo X e o eixo Y.
Uma informação importante para a montagem da fórmula das componentes da força é a identificação do ângulo informado, pois precisamos saber em qual eixo ela estasendo informada para o desenvolvimento. O eixo que estiver fazendo contato com o ângulo formado com a força, utilizada em sua fórmula o Coseno do ângulo, o outro eixo utilizará o Seno, então podemos montar a seguintes fórmulas:
Px=P . sen α
Py=P .cosα
Com estas fórmulas podemos calcular as componentes do peso, tanto a componente aplicada no eixo Y (Py) quanto a componente aplicada para baixodo declive (Px).
Px=4900 .sen 30
Px=2450N
Py=4900 .cos30
Py=4244N

Passo 3
Determine a componente da força peso perpendicular ao plano. Para o caso do equilíbrio estático, determine a tração no cabo.
Como o sistema esta em repouso, e nesse caso estamos desprezando o atrito, o que impede a pedra da cair declive abaixo?
O que impede a pedra de cair é o cabo de aço que está ancorado em outrapedra.
Como Newton nos ensinou, toda ação tem uma reação. Então, quando a pedra exerce uma força (Px), paralela ao plano, que a impulsiona para baixo do declive, uma força, de mesma intensidade, é exercida em sentido contrário, gerando uma tração (T) no cabo.
Mesmo não sabendo as limitações do cabo, como o sistema esta em repouso, pode-se concluir que o cabo agüenta uma tração de 2450N (Px),deixando o sistema em equilíbrio.
Py=P.cosα
Py=4900 x cos 30°
Py=4244N
Para o equilíbrio estático temos:
Px=T
T=2450N

Passo 4
Adotando a inclinação do terreno como 30º e supondo desprezível o atrito, caso o cabo se rompa, qual será a aceleração da rocha da base do plano.
Para calcular a aceleração de um determinado objeto utilizaremos a fórmula de Newton que nos diz que a Força (F) é aMassa (m) do objeto multiplicado pela aceleração (a). Sabendo a força que esta sendo aplicada e a massa do objeto, podemos encontrar a aceleração.
F=Px=2450N
m=500Kg
F=ma
2450=500a
a= 4,9m/s2

Passo 5
Considerando a encosta como um plano inclinado de 30º cujo valor de h (altura) tomado na vertical é de 300m, determine o comprimento da encosta.
Esse é um caso clássico de trigonometria de...
tracking img