As pessoas e seu trabalho na organização

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1683 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
As Pessoas e seu trabalho nas Organizações

Depois do exame de tantos aspectos diferentes do comportamento humano, em situação de trabalho, não será necessário ressaltar sua importância quando o objetivo perseguido é o do ajustamento e da produtividade organizacional. Já é pensamento corrente que o elemento humano representa, sobremaneira, um diferencial de enorme valor.

Definitivamente, nãose pode mais deixar de aceitar o dado de realidade de que o ato de coordenar esforços de contribuintes individuais, face a um objetivo organizacional, só pode lograr êxito quando é concebido como um ato global, voltado ao desenvolvimento da organização e por meio, principalmente, do desenvolvimento integral das pessoas que nela trabalham. O ambiente muda, as organizações devem encontrar novasformas de sobrevivência e isso requer um indispensável envolvimento de todos, no sentido cúpula-base, isto é, dos níveis mais altos para os mais baixos na organização, caso se pretenda mesmo tornar viáveis as mudanças necessárias.

Como propõe um estudo da Booz Allen Hamilton (2004, p. 104-110)

“para mudar, no momento, não basta formular o melhor plano estratégico e o melhor plano táticopossíveis. Para garantir os resultados desejados, é preciso compreender profundamente o lado humano da mudança – o alinhamento entre cultura, valores, pessoas e comportamentos da empresa”.

Na era da valorização do capital intelectual, as competências humanas assumem sua posição no pódio das atenções.

Toledo (1981, p.23) propõe sintomas de amadurecimento gerencial, ao tomar como referência a formapela qual as organizações consideram seu pessoal:

“Estou chamando de organização (privadas ou não), com um nível gerencial maduro, aquelas que tratam profissionalmente das várias fases do processo de gestão e, especialmente, tentam criar e manter condições propícias ao desenvolvimento da motivação do seu maior patrimônio, que é o patrimônio humano. Ao criarem e manterem esse clima positivo,fazem-no, principalmente, levando em conta que as pessoas e grupos buscam o autodesenvolvimento, o autocontrole, a participação, enfim suas auto-realizações. Como organizações menos maduras, gerencialmente falando, estou entendendo as empresas que trabalham menos profissionalmente e que, de modo particular, veem no seu patrimônio humano um fator de produção como qualquer outro(tecnologia, finanças,marcas e patentes etc.), que pode ser ‘dirigido’ autoritariamente, dispensado, reposto novamente, castigado e premiado (sempre com recompensas extrínsecas), enfim, veem no seu patrimônio humano um recurso de produção comparável aos seus recursos tecnológicos, financeiros ou suprimentos materiais. As cores das caracterizações são propositalmente fortes, para clarificação didática. Sabemos, na prática,que as organizações tendem, mais ou menos, a um nível de maior ou menor maturidade motivacional.”

Todo esse aspecto que diz respeito à psicologia do comportamento humano na empresa precisa, necessariamente, ser de conhecimento de todos os cativos, independentemente da área que dirige ou do nível hierárquico no qual se encontram. Necessário se faz reconhecer quando um empregado não está mais emcondições de produzir satisfatoriamente, ou, ainda, não é capaz de atingir o tipo e as características de comportamento que seriam desejáveis. Nem sempre as pessoas se comportam da forma como delas se espera e, por conseguinte, seu ajustamento a situações da vida em geral e do trabalho em particular se faz de maneira inesperada e imprevista; portanto, são eminentemente ineficazes no ambiente emmutação das inovações.

Não é possível desintegrar o ser humano em tantas partes quantos sejam os ambientes nos quais convive. Assim, dificilmente será possível repartir a pessoa em vida pessoal e vida de trabalho. Essa pessoa é uma só, e não muda de identidade, desfrutando sua vida pessoal ou empregando seus esforços no trabalho. A propósito, Bartolomé afirma:

“Para ter uma vida saudável é...
tracking img