As consequencias da modernidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 205 (51232 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

FUNDAÇÃO EDITORA DA UNESP

Presidente do Conselho Curador António Manoel dos Santos Silva Diretor-Presidente José Castilho Marques Neto Assessor Editorial Jézio Hernani Bomfim Gutierre Conselho Editorial Acadêmico António Celso Wagner Zanin António de Pádua Pithon Cyrino Benedito Antunes Carlos Erivany Fantinati Isabel Maria F. R. Loureiro José Roberto Ferreira Lígia M. Vettorato TrevisanMaria Sueli Parreira de Arruda Raul Borges Guimarães Roberto Kraenkel Rosa Maria Feiteiro Cavalari Editora Executiva Christine Röhrig Editoras Assistentes Maria Apparecida F. M. Bussolotti Maria Dolores Frades

2

ANTHONY GIDDENS

AS CONSEQÜÊNCIAS DA MODERNIDADE

Tradução de Raul Fiker

5a Reimpressão

EDITORA UNESP FUNDAÇÃO

3

Copyright © 1990 by Polity Press - BrasilBlackwell Titulo original em inglês: The Consequences of Modernity Copyright © 1991 da tradução brasileira: Editora UNESP da Fundação para o Desenvolvimento da Universidade Estadual Paulista (FUNDUNESP) Praça da Sé, 108 01001-900-São Paulo-SP Tel.:(0xxll)232-7171 Fax: (Oxxl l) 232-7172 Home page: www.editora.unesp.br E-mail: feu@editora.unesp.br

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)(Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Giddens, Anthony As conseqüências da modernidade /Anthony Giddens; tradução de Raul Fiker. - São Paulo: Editora UNESP, 1991. -(Biblioteca básica) ISBN 85-7139-022-3 l. Civilização moderna 2. Estrutura social 3. Pós-modernismo I. Titulo.

91-1752 CDD-305.552 -909.08 Índices para catálogo sistemático: 1. Civilização moderna 909.08 2. Estrutura social:Sociologia 305 3. Pós-modernismo: Civilização 909.08

4

SUMÁRIO 7 Prefácio 8 Capítulo I
Introdução
As Descontinuidades da Modernidade A Reflexividade da Modernidade Segurança e Perigo, Confiança e Risco Confiança Sociologia e Modernidade Modernidade, Tempo e Espaço Desencaixe

Modernidade ou Pós-Modemidade? Sumário

53 Capítulo II
As Dimensões Institucionais da Modernidade
A Globalizaçãoda Modernidade Duas Perspectivas Teóricas Dimensões da Globalização

73 Capítulo III
Confiança e Modernidade
Confiança em Sistemas Abstratos Confiança e Perícia Confiança e Segurança Ontológica O PréModemo e o Moderno

101 Capítulo IV
Sistemas Abstratos e a Transformação da Intimidade
Confiança e Relações Pessoais Confiança e Identidade Pessoal Risco e Perigo no Mundo Moderno Risco eSegurança Ontológica Reações de Adaptação Uma Fenomenologia da Modernidade Desabilitação e Reabilitação na Vida Cotidiana Objeções à Pós-Modemidade

134 Capítulo V
Conduzindo o carro de Jagrená
Realismo Utópico Orientações Futuras O Papel dos Movimentos Sociais Pós-Modemidade

153 Capítulo VI
E a Modernidade um Projeto Ocidental?
Observações Finais

5

E se este presente fosse a últimanoite do mundo?
John Donne. Preces sob Ocasiões inesperadas

O tempo imaginário é indistinguível das direções no espaço. Se se pode ir para o norte, pode-se virar e tomar o rumo sul; da mesma forma, se se pode ir para a frente no tempo imaginário, deve-se poder virar e ir para trás. Isto significa que não pode haver diferença importante entre as direções para a frente e para trás do tempoimaginário. Por outro lado, quando se olha para o tempo "real", há uma diferença muito grande entre as direções para a frente e para trás, como todos sabemos. De onde vem esta diferença entre o passado e o futuro? Por que lembramos o passado e não o futuro?
Stephen W. Hawking, Uma Breve História do Tempo

Em março de 1986, um artigo de nove páginas sobre as instalações nucleares de Chernobyl apareceunuma edição em língua inglesa de Vida Soviética, sob o titulo de "Segurança Total". Apenas um mês depois, na semana de 26-27 de abril, o pior acidente nuclear no mundo — até então — ocorreu na usina.
James Beilini, Holocausto High Tech

Quando descobrimos que há diversas culturas ao invés de apenas uma e conseqüentemente na hora em que reconhecemos o fim de um tipo de monopólio cultural, seja...
tracking img