Artropodes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 58 (14438 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Formiga do latim “formica”: insecto himenóptero polimorfo.
Na diversidade das acções simples que as formigas executam, consta a procura incessante e aleatória de comida com o intuito de ser transportada para o ninho. Ao fazê-lo cheiram também a possível presença de feromonas, substância que elas próprias libertam ao longo do trajecto que efectuam ao transportar a comida para o ninho. Com efeito,uma vez encontrada comida, quer por acaso quer guiadas pelo olfacto, as formigas apanham um pedaço de comida que transportam de imediato para o ninho, ele próprio localizado por olfacto.
A humilde formiga. Tão insignificante, diríamos nós. Mas as formigas são construtoras de impérios e as suas colónias crescem, independentemente da nossa vontade.
Os investigadores observaram como algumasformigas, depois de terem descoberto comida, voltavam ao formigueiro e ensinavam pacientemente a outras formigas o caminho para a comida. Estas outras formigas, por sua vez, ensinavam outras formigas ainda.
Você sabe qual é a menor espécie de formiga do mundo? Acredita-se que ela seja a brasileira Carebara mayri. As operárias dessa espécie podem ter menos de um milímetro e dificilmente são vistas aolho nu. As maiores operárias também vivem no Brasil, são da espécie Dinoponera gigantea e chegam a medir quase quatro centímetros
 
As formigas agricultoras - Maria Carlos Reis:
Se pensa que o Homem descobriu a agricultura, está enganado! Há mais de 50 milhões de anos que pequenas formigas desenvolvem culturas de fungos, como forma de garantir alimento, numa relação de contornos verdadeiramenteimpressionantes.

A descoberta da agricultura pelo homem terá acontecido há mais de 10 000 anos. Ao permitir o controlo das fontes de alimento, a agricultura lançou as bases para o desenvolvimento das civilizações. Mas apesar desta descoberta ter sido um triunfo incontestável, na realidade o homem não foi o primeiro ser a pôr em prática técnicas agrícolas.
Há cerca de 50 milhões de anos atrás,não muito depois do desaparecimento dos dinossauros, e muito antes do homem se ter diferenciado dos chimpanzés, algures na bacia do Amazonas, um grupo de humildes formigas descobriu uma forma de assegurar alimento – tornaram-se agricultoras, cultivando fungos no interior dos formigueiros para a sua alimentação. Esta alteração do modo de vida terá ocorrido apenas num grupo restrito de formigas, jáque a maioria das actuais 10 000 espécies mantém os seus hábitos de predador. Contudo, a razão porque tal terá acontecido permanece indeterminada. É provável que a competição ou alguma alteração no ambiente tenha “empurrado” este grupo de formigas para uma modificação drástica dos seus hábitos, alteração essa que terá sido vantajosa, pois só assim se explica que actualmente existam cerca de 200espécies agricultoras. Todas estas espécies pertencem à tribo Attini, e distribuem-se fundamentalmente pelas florestas tropicais da América Central e do Sul. Nesta categoria encontram-se géneros considerados “inferiores” ou mais primitivos e géneros “superiores”, dos quais fazem parte os géneros Atta e Acromyrmex, que correspondem às conhecidas “formigas cortadoras”, extremamente especializadas.
Masesta relação está longe de ser uma exploração; pelo contrário, ambos os intervenientes souberam tirar dela o melhor proveito. Na ausência de enzimas que possibilitam a degradação da matéria vegetal e de insectos mortos, estas formigas obtêm os nutrientes de que necessitam através dos fungos. Em contrapartida, eles ganham um local no solo onde se podem desenvolver, protegidos pelas formigas depredadores e parasitas, e conseguem obter mais material da área circundante do que se estivessem por sua conta, material esse que já vem preparado pelas enzimas produzidas pelos insectos. Os fungos utilizam esta biomassa preparada para crescerem e acumulam tantos nutrientes que as extremidades das suas hifas incham com açúcares e proteínas, que depois os insectos podem “morder”. Para além disso, na...
tracking img