Arte rococo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2792 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A ARTE ROCOCÓ













História da Cultura e das Artes

Módulo 7: A Cultura do Salão

Aluna: Inês

Ano Lectivo: 2010/2013







Índice:

1 – Introdução…………………………………………………………..3

2 – Desenvolvimento……………………………………………………4

2.1 - Caracterização da arquitectura rococó…………………………4

2.2 - Estilo rococó em Portugal………………………………………...5

3 - Palácio deQueluz…………………………………………………….8

3.1 - História do edifício e jardim……………………………………...8

3.2 - Análise dos estilos presentes no interior e exterior…………...11

4 – Conclusão……………………………………………………………..16

5 – Bibliografia……………………………………………………………..17































1 - Introdução:



Já em pleno Século XVIII permanecia ainda o Barroco Tardio, sendo a arte aoserviço das cortes católicas e das sociedades protestantes, embora que já numa certa desestruturação. Após o Barroco Tardio, sobrepôs-lhe o Rococó, o Neoclássico e o Pré Romantismo, tendo sido o séc. XVIII um tempo de inúmera exuberância, glamour e estética. O rococó é um movimento artístico Europeu e apareceu pela primeira vez em França. Era visto como o seguimento do Barroco, que tinha deixadoos temas religiosos e que começou a incidir-se na arquitectura de palácios civis. O rococó acaba por ser o barroco, mas num âmbito mais exagerado. A arte desenvolvida dentro deste estilo era caracterizada como convencional e aristocrática e preocupava-se com a expressão de sentimentos agradáveis e que tentava dominar uma técnica perfeita.

A Arquitectura deste estilo deu-se no seu geral nadecoração de espaços interiores. Normalmente presenciava-se o rococó nos salões e nas salas que tinham forma oval e tinham as paredes cobertas com pinturas de cores claras e suaves, diversos espelhos e ornamentos com motivos florais feitos de estuque. Todo o interior era composto em elementos decorativos bastante predominantes. Os temas na pintura, eram temas mundanos, ambientes de jardim,parques ou interiores luxuosos. Normalmente eram pintados sobre constantes radicais de claro-escuro e mais tarde as tonalidades claras e luminosas passaram a ganhar ímpeto. Na escultura, o rococó era bastante intimista, pois tinha como objectivo retratar as pessoas que mais se distinguiam na altura, as mais importantes. Existiam retratos e estatuetas decorativas para enaltecer a importância dessesmesmos seres humanos.

Neste trabalho, a temática que vou apresentar será o estilo Rococó, caracterizá-lo de maneira geral evocando as suas principais características e falando de um exemplo desta tendência através do Palácio de Queluz.






















2 – Desenvolvimento



2.1 - Caracterização da arquitectura Rococó

A arquitectura do Rococó écaracterizada pelo excesso de curvas requintadas e pela abundância de elementos decorativos como conchas, laços, flores e folhagens. O nome rococó vem do Francês rocaille (concha, cascalho) que era um dos elementos decorativos mais característicos deste estilo.
Este estilo era um estilo no qual existia predominância da alegria na decoração carregada, na teatralidade, na refinada artificialidade dosdetalhes e dos movimentos embora sem muitas características do barroco.
É através do exagero que no Rococó se tenta a todo o custo demonstrar toda a alegria de viver, toda a alegria presente nas obras sacras e religiosas em que o amor e adoração a Deus se caracterizavam por belos anjos rechonchudos. Toda a decoração é cada vez mais leve, demonstrando a forma como a vida era levada. Existea predominância de um estilo muito mais colorido e galante, principalmente na decoração do interior das igrejas, dos palácios e dos teatros.
As suas principais características para além da exagerada decoração nas fachadas e interiores, era também no caso das cúpulas das igrejas, que se multiplicavam. As paredes eram mais claras em tons de pastel e branco. Existiam guarnições...
tracking img