Arte do renascimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2415 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTE DO RENASCIMENTO

Os modelos clássicos

Os artistas do Renascimento, tal como os humanistas, tinham uma verdadeira paixão pela Antiguidade greco – romana. Os arquitectos puseram de parte a arquitectura medieval (a que chamavam, depreciativamente, gótica, isto é, bárbara) e inspiraram-se nas formas da arquitectura clássica greco – romana, caracterizada pela ordem e pela harmonia dasproporções. Foi esta inspiração nos modelos clássicos que determinou duas das principais características da arte renascentista: o classicismo e o racionalismo.

Também a escultura e a pintura, pelos temas que trataram (frequentemente relacionados com a mitologia antiga) ou pela preocupação com o equilíbrio das composições, foram muitas vezes buscar inspiração à cultura da Grécia e da Roma antigas.No entanto, convém lembrar que inspiração não significa imitação. Embora fossem grandes admiradores da arte clássica, nem por isso os artistas do renascimento deixaram de ser criadores.

Os grandes centros de criação artística

O movimento artístico renascentista nasceu na Itália, particularmente em Florença, nos começos do século XV – Quattrocento.

Florença era umadas mais prósperas cidades italianas. Nos meados do Quattrocento, Florença tinha uma população de 100 000 habitantes e, entre eles, um numeroso grupo de burgueses enriquecidos, apreciadores da beleza, da arte e do luxo. Deste modo, os negociantes e financeiros florentinos criaram á sua volta um ambiente favorável aos artistas. Entre as famílias mais ricas de Florença, contavam-se os Médicis, queacabaram por controlar o governo da cidade e tornar-se mecenas generosos. Sob o seu governo, principalmente no tempo de Lourenço, o Magnífico (1449-1492), Florença transformou-se na capital das artes: ali viveram e trabalharam inúmeros arquitectos, escultores e pintores famosos.

O século XV – o Quattrocento – foi, portanto, o século do Renascimento florentino. No entanto, nos finais desse século,as novas tendências da arte tinham-se espalhado por toda a Itália e, na primeira metade do século XVI – Cinquecento -, Roma tornou-se o principal centro cultural do Renascimento. Nesta cidade, graças, sobretudo, ao mecenato dos papas (alguns oriundos da família Médicis), foi atingido o apogeu do movimento renascentista.

Já nos meados do Cinquecento, Veneza tornou-se o último grande foco dedesenvolvimento e irradiação do Renascimento italiano.

A partir da Itália, a arte do Renascimento espalhou-se pelos outros países da Europa. As novas tendências da arquitectura e da escultura só durante o século XVI se difundiram, mas, quanto à pintura, a Flandres era já, desde o começo do século XV, outro importante foco de criação artística, tão brilhante como Florença. (Convém não esquecer aquio domínio da pintura italiana e da flamenga até porque foi por isso que a turma 11ºD foi fazer o brilharete aos Primitivos Portugueses).

A arquitectura

Nas primeiras décadas do Quattrocento, o arquitecto florentino Brunelleschi abandonou o estilo gótico e adoptou soluções arquitectónicas que observara em Roma, nos monumentos do antigo Império. À arquitectura clássica, grega a e romana, foiBrunelleschi buscar um conjunto de elementos fundamentais: as ordens (dórica, jónica e coríntia), o arco de volta perfeita, o frontão, a abóbada de berço, a cúpula. Esta inspiração na arquitectura clássica constitui, uma das principais características da arte do Renascimento – o classicismo.

Foi abandonada a verticalidade própria do gótico, em favor da horizontalidade, definida pelas longascornijas, os frisos e as balaustradas. A decoração passou a dispor de zonas do edifício que lhe eram reservadas e não proliferava por toda a parte como no gótico final. Nesta decoração predominavam elementos de cunho naturalista (conchas, florões, grinaldas), medalhões em baixo – relevo, estátuas de personagens da mitologia antiga, etc.

A arquitectura renascentista, tal como a greco – romana,...
tracking img