Arte conceitual e minimalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (262 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Arte Conceitual
A arte conceitual considera a ideia e a concepção que levou uma arte ser pensada ou construída superior à própria obra concebida. É fruto de umavanguarda surgida na Europa e nos EUA, no fim dos anos 60 e meados dos anos 70. Considera o caráter mental da criação acima da aparência e existência final de uma obra.Em 1961, num texto escrito por Henry Flynt, o termo “arte conceitual” apareceu pela primeira vez. Flynt defendia que os conceitos são as verdadeiras matérias da arte,sendo as idéias mais importantes do que a execução do “produto final artístico”.
É considerado um movimento artístico moderno e contemporâneo, a ideia é vista como amáquina da arte. Na arte conceitual há o uso de fotografias, mapas, textos, instruções descritivas da obra, que muitas inexistem materialmente.

Minimalismo
Ominimalismo foi um conjunto de movimentos artísticos e culturais, ocorridos em vários momentos do século XX, manifestos especialmente nas artes visuais, no design e na música.Surgiu na década de 1960 nos Estados Unidos.
As obras minimalistas possuem um mínimo de recursos e elementos. A pintura usa um número limitado de cores e formasgeométricas simples, repetidas simetricamente.
O minimalismo exerceu grande influência na programação visual, no desenho industrial, e na arquitetura. Os minimalistas produzemobjetos simples em sinônimo de sofisticação.
A música minimalista nasceu com a série Composições 1960, criada por La Monte Young, que pode ser cantada apenas comduas notas. A literatura minimalista caracteriza-se pela economia de palavras, onde os autores minimalistas evitam advérbios e sugerem contextos a ditar significados.
tracking img