Argentina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3229 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Argentina

Aluno: Jefferson Ferreira nº11 3ºA
09/11/2012

Informação sobre Argentina |
A Republica Argentina esta localizada na America do Sul, limitando ao norte com a Bolivia e o Paraguai, ao nordeste com o Brasil, ao leste com o Uruguai e o Oceano Atlântico, e ao sul e oeste com o Chile.
Seu nome provem do latim argentum ("prata") e esta associado com uma lenda sobre a existência deprata na região norte do rio que Juan Diaz de Solis, em 1516, tinha denominado Mar Dulce e que os portugueses denominavam Rio da Prata. É a segunda nação mais extensa da America do Sul e é uma das mais estáveis em matéria política e econômica, e a oitava em extensão de todo o planeta.
A língua oficial falada na Argentina es el Castellano. | |

Historia da Argentina |
Em 1502 o naveganteAmerico Vespucio percorreu as costas do atual território argentino.
Em fevereiro de 1516, o navegante espanhol Juan Diaz de Solis pilotou sua nau o grande estuário do Rio de La Plata, ao que denominou Mar Doce e proclamou a região ao seu redor em nome da Espanha. Solis foi assassinado pelos aborígenes, ao parecer charruas, no litoral do Rio de La Plata que hoje corresponde ao Uruguai. Cabe mencionarque os expedicionários que acompanharam Solis acreditavam que o estuário do Rio de La Plata era a boca do tão procurado passo para as Índias Orientais, quer dizer, que iria comunica-los diretamente com a Ásia. O território foi colonizado pela Espanha no decorrer dos séculos XVI e XVII. A expedição espanhola ao mando de Fernando de Magalhães, expedição na qual cabe destacar o cosmografo italianoAntonio Pigafetta, Juan Sebastian Elcano, e o descobridor das ilhas Malvinas, Esteban Gomez, chegou ao estuário do Plata em 1520.Em 1527 o italiano ao serviço da Espanha, Sebastian Gaboto, filho de Giovanni, conhecido na Inglaterra como John Cabot, percorreu os rios Paraná e Paraguai, fundando o forte de Sancti Spiritu nas proximidades da atual cidade de Santa Fe. Depois percorreu parte do rioUruguai, fundando um fortim na Banda Oriental. As fundações de Gaboto, porem, foram efêmeras. Devido à selvageria dos conquistadores, os índios timbus destruíram o forte de Sancti Spiritu, forte conhecido também como Torre de Gabot.
Os inícios de janeiro de 1536 chegou à banda ocidental do Rio de La Plata uma expedição integrada por mais de 1.300 europeus - incluindo mulheres, a maioria deles denacionalidade espanhola, embora também contavam-se italianos, alemães, etc. Esta expedição estava sob as ordens do “adelantado” Pedro de Mendoza, quem em 2 de fevereiro desse ano fundou a cidade de Santa Maria do Buen Ayre - antiga Buenos Aires. A resistência dos índios het (ou querandis) e dos chanas, provocada pela barbarie dos colonizadores, levou essa primeira fundação de Buenos Aires aofracasso. Entretanto, Juan de Ayolas subiu o rio Paraná e atravessou o Chaco Boreal ate ingressar à Sierra Del Plata, quer dizer, aos contrafortes orientais dos Andes, mas ao tentar regressar, sucumbiu num enfrentamento com los aborígenes. Juan de Salazar, indo em ajuda de Ayolas, fundou a cidade de Nossa Senhora da Assunção do Paraguai em 1536. Na tal impremeditada fundação, refugiaram-se os poucos europeusque sobreviveram à destruição da antiga cidade de Buenos Aires por parte dos aborígenes.
Quase paralelamente, pelo norte produzia-se a entrada de Diego de Rojas quem após fundar a efêmera cidade de Medellin de Soconcho à beira do rio Dulce, foi morto pelos aborígenes nas cercanias da atual fronteira da província de Santiago Del Estero com a de Cordoba. A seguir, Francisco de Aguirre fundou acidade de Santiago Del Estero em 1553, portanto, esta cidade e a mais antiga fundação europeia que perdura no atual território da Argentina.Em 6 de julho de 1573 Jerônimo Luis de Cabrera fundou a cidade de Cordoba da Nueva Andalucia, onde se fundaria, em 1612, a primeira universidade do Cone Sul.Descendo os rios Paraguai e Paraná de Assunção, Juan de Garay, junto a "mancebos e mancebas da Tierra"...
tracking img