Apostila naval

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 70 (17474 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE
1 Introdução 1.0 2.0 3.0 4.1 4.2 4.3 4.4 5.0 5.1 5.2 5.3 5.4 5.5 5.6 5.7 5.8 5.9 5.10 5.11 5.12 6.0 6.1 6.2 6.2.1 6.2.1.1 6.2.1.2 6.2.2 6.3 6.4 6.5 6.6 Introdução na Arte Naval Familiarização com a Linguagem Naval Principais fatos da História Naval Os primórdios da navegação A Marinha Imperial, a Independência do Brasil e uma Sinopse Histórica Batalhas notáveis A Revolução dos Marinheirosde 1910 Do Navio em Geral Peças principais da estrutura dos cascos metálicos Convés, cobertas, plataformas e espaços entre conveses Subdivisões casco Aberturas no casco Acessórios do casco na carena Acessórios do casco no costado Acessórios do casco na borda Acessórios do casco nos compartimentos Acessórios do casco no convés Aparelhos de fundear, suspender e de governo Poleame de laborarMastreação Classificação dos navios Classificação geral Classificação dos navios quanto ao fim a que se destinam Navios de Guerra Navios de Combate Navios Auxiliares Navios Mercantes Classificação dos navios e embarcações quanto ao material de construção do casco Classificação dos navios e embarcações quanto ao sistema de propulsão Legislação sobre o mar A Amazônia Azul Bibliografia 2 2 2 3 5 7 9 14 16 2023 25 26 27 29 30 32 33 34 35 41 42 42 42 42 42 55 80 88 89 91 94 97

1 - INTRODUÇÃO
A presente apostila pretende atender ao objetivo da disciplina Arte Naval, obrigatória nos cursos da Escola Técnica do Arsenal de Marinha. Alicerçado no material de uso na grade curricular, foi acrescida de assuntos pertinentes ao conteúdo programático, desenvolvidos por grandes Chefes Navais citados nabibliografia.

1.0 - INTRODUÇÃO NA ARTE NAVAL
Os fundamentos da nobre Arte Naval, que vai da arte do marinheiro – marinharia – onde são feitas costuras em lonas e trabalhos em cabos, manuseando nós e vários tipos de cabos, percorre o conhecimento de marinharia como a capacitação para realizar qualquer amarração a bordo dos navios, e atingindo conhecimentos da construção naval, e aparelhos dosnavios. A perfeição do serviço dá a real qualidade do nauta, que são os que servem a Marinha com ardor, o apaixonado do mar e de seus fascínios. É imprescindível que todos aqueles que pretendam participar de alguma forma do cotidiano da Marinha, conheçam, com a profundidade devida a Arte Naval.

2.0 – A FAMILIARIZAÇÃO COM A LINGUAGEM NAVAL
Poder Marítimo – é a capacidade de uma Nação utilizar o mar.Poder Naval – é a um só tempo criatura e proteção do Poder Marítimo, proteção e garantia de uma Nação utilizar o mar. Batimento da quilha – é o primeiro evento da vida de um navio, cerimônia realizada no estaleiro. Lançamento – cerimônia realizada no estaleiro quando o navio está com o casco pronto, é lançado ao mar, quando então recebe nome e madrinha. Arqueação bruta ou Tonelagem bruta – é asoma de todos os volumes dos espaços abertos, fechados de modo permanente e estanques à água que não estejam sob pressão. Banda – inclinação permanente de uma embarcação para um dos bordos, resultante da má distribuição de pesos ou de avarias. Boca – largura da embarcação na seção transversal a que se refere Calado – distância vertical, tirada sobre um plano vertical, entre a parte extrema inferiorda embarcação nesse plano e o plano de flutuação. Existem vários tipos de calado. Caturro – soerguimento da proa da embarcação no balanço longitudinal. Corda – na Marinha não há corda, tudo é cabo, exceto corda do sino e de relógio. Compasso ou Trim – é a diferença entre os calados a vante e a ré. Deslocamento – peso do navio para uma determinada situação de carregamento. É o peso do volume de águadeslocado pelo navio. Existem vários tipos. Raio de ação – é a distância até onde pode chegar o navio ao se afastar de sua base, e a ela regressar, sem se reabastecer de combustível. Velocidade de cruzeiro – é aquela em que o navio tem o maior raio de ação. Existem vários tipos de velocidade. Nó – milha náutica por hora. É velocidade Sino – sua batida é feita para marcar os “quartos”, sendo...
tracking img