Apostila java

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1996 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
LINGUAGEM

DE

PROGRAMACAO II

JAVA























[pic]

O Paradigma Procedural

O modelo procedural, utilizado até os tempos atuais tem como base a execução de
rotinas ou funções, seqüenciadas e ordenadas para atender os requisitos funcionais de uma aplicação.

Examinando a figura abaixo, vemos que neste modelo as funções e os dados estão em
áreasde memória e estruturas computacionais diferentes, as funções ficam em programas e os dados em bases de dados, fazendo com que o desenvolvedor se esforce muito para unir os dados e as funções de um elemento do sistema, tornando os sistemas muito complexos.

[pic]
Figura 1
O Paradigma Orientado a Objetos

O modelo objeto tem como base a execução de métodos (pequenas funções que atuamdiretamente sobre os dados de um objeto), levando em consideração como o usuário enxerga o sistema e suas funções.

Examinando a figura abaixo vemos que neste modelo as funções e os dados estão na
mesma área de memória, num mesmo local, tornando mais fácil e menos complexo a construção dos sistemas.

[pic]
Figura 2

Por esse motivo, a Orientação a Objetos tem sido adotada cada vez mais comotecnologia eficiente para o desenvolvimento de sistemas computacionais.

Conceitos da Orientação a Objetos

Para facilitar o entendimento de como modelar sistemas Orientados a Objetos devemos
entender sos seguintes conceitos: Encapsulamento, Herança e Polimorfismo.

São esses conceitos que nos permitem entender e projetar quaisquer sistemas, simples ou complexos, de uma forma mais natural.Encapsulamento

Processo pelo qual escondemos detalhes de implementação fornecendo uma interface de
comunicação simples, geralmente obtida no processo de abstração.

Assim, definimos os atributos (propriedades) dos objetos como "privados do objeto"
(observe o sinal de - no diagrama da classe Pedido), e definimos um conjunto de funcionalidades (métodos) "públicas á todos outros objetos"(observe o sinal de + no diagrama da classe Pedido).

Praticamente em todas as linguagens comerciais existentes no mercado é possível se
implementar o conceito do encapsulamento.

Exemplo gráfico: Objeto de Pedido
[pic]
Figura 9

Dessa forma, um objeto "Cliente" que queira acessar os dados de um "Pedido", só tem
acesso aos métodos públicos fornecidos, esses métodos foramdefinidos no processo de
abstração.
[pic]
Figura 10
Herança

O conceito de definir uma estrutura (atributos) e um conjunto de comportamento (métodos)
em um tipo não é exclusivo da orientação a objetos; particularmente, a programação por tipos abstratos de dados segue esse mesmo conceito.
O que torna a orientação a objetos única é o conceito deherança.

Herança é um mecanismo que permite que características comuns a diversas classes com comportamentos comuns ou parecidos, sejam abstraídas e centralizadas em uma classe base, ou superclasse.

A partir de uma superclasse outras classes podem ser especificadas. Cada classe
derivada ou subclasse herda (recebe sem codificação extra) as características (atributos e métodos) dasuperclasse, e ainda podemos acrescentar a uma subclasse elementos particulares a ela. Os construtores são as únicas estruturas de uma classe que não são herdados.

Sendo uma linguagem de programação orientada a objetos, a linguagem Java oferece
mecanismos para definir subclasses a partir de superclasses. Na linguagem Java uma subclasse somente pode herdar uma única superclasse diretamente.Representação da Herança
A orientação a objetos possui uma notação especifica para representar que uma classe
estende o comportamento de outra, definindo a herança.

Exemplo:
[pic] Figura 11

A capacidade de herança é o mecanismo que garante a linguagem Java altos índices de
reaproveitamento de código, permitindo uma melhor componentização.

Podemos ter uma arvore de classes:

[pic]...
tracking img