Apostila de higiene ocupaciona

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1750 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CEETEPS

CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

APOSTILA DE HIGIENE OCUPACIONAL

Professor:
Flávio Amorim Gomes de Araújo

VERSÃO 03

FEVEREIRO / 2008

INTRODUÇÃO

O Técnico em Segurança do Trabalho (TST) tem um campo muito amplo de atuação, não só por poder atuar nos mais diversos tipos de atividades econômicas, principalmente nas industrias de transformação, mas também poratuarem, mesmo que numa determinada atividade econômica, em todas as áreas possíveis e com os mais diferentes níveis hierárquicos.

Nesta diversificação de atuação o TST tem uma missão muito importante, em conjunto com os demais componentes do SESMT e outros profissionais afins, que é o de antecipar e controlar os riscos originados nos ambientes de trabalho. Nestefoco de atuação está a Higiene Ocupacional, ciência que cuida do ambiente de trabalho para prevenir doenças ou lesões nos trabalhadores, provenientes de atividades em ambientes de trabalho com calor, ruído, vibração, manuseio de substâncias químicas, bioaresóis, agrotóxicos, etc. É uma especialização de importância crescente, pois a conscientização de que oambiente de trabalho não deve causar danos à saúde do trabalhador tem se imposto, infelizmente, à custa de muitas vidas. Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT) quase 2 em cada 3 trabalhadores no mundo inteiro estão expostos à substâncias químicas, estimando-se que 1,5 a 2 bilhões de pessoas são afetadas.

Os trabalhadores podem encontrar no ambiente de trabalho, devido à inalação de arimpróprio, situações muito perigosas. Por exemplo, respirar ar contaminado acima da chamada concentração Imediatamente Perigosa a Vida ou à Saúde (IPVS) (por exemplo: 1.500 ppm de monóxido de carbono; 50.000 ppm de gás carbônico, 500 ppm de gás sulfídrico) produzem efeitos agudos irreversíveis à saúde, ou até morte imediata, dependendo das circunstâncias. Inalar ar com deficiência deoxigênio produz as mesmas consequências quando a concentração
do O2 no ar cai abaixo de 12,5%, ao nível do mar (significa que a pressão parcial de O2 no ar é menor que 95 mm
de Hg), isto é, o ambiente também é considerado IPVS. Nestes casos a vítima perde a coordenação motora, tem
a sua capacidade de julgamento muito reduzida e ocorrem lesões irreversíveis no coração e se não for resgatadaimediatamente morrerá em alguns minutos. Mesmo resgatada, apresentará problemas de saúde pelo resto da vida, devidos as lesões cerebrais e no músculo cardíaco.

Devido à sua abrangência podem trabalhar com Higienista Ocupacional profissionais das mais diversas áreas do conhecimento (médicos do trabalho, enfermeiras do trabalho, físicos, biólogos, psicólogos e engenheiros químicos,etc.).

O título de Higienista Ocupacional é dado hoje num curso de pós-gradução, oferecido a profissionais de formação superior em outras ciências correlatas, principalmente aos Engenheiros de Segurança do Trabalho e Médicos do Trabalho. Há também um órgão específico no Brasil para este tipo de profissional, a Associação Brasileira de Higienista Ocupacional – ABHO e ainda destacamos a ACGIH –American Conference of Governmental Industrial Hygyenists, órgão corresponde no EUA.

Neste módulo do curso, você futuro Técnico em Segurança do Trabalho, poderá iniciar o aprendizado nesta ciência e visualizar o seu papel, também de fundamental importância na prevenção dos riscos ambientais.

Fevereiro de 2008.

Flávio Amorim Gomes Araújo

ÍNDICE

INTRODUÇÃO 02

ÍNDICE03

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS 04

UNIDADES DE MEDIDAS MAIS UTILIZADAS E SUAS PRINCIPAIS CONVERSÕES 05

CAPÍTULO I INTRODUÇÃO A HIGIENE OCUPACIONAL 07
1. | CONCEITOS INICIAIS | 07 |
2. | FASES DA HIGIENE OCUPACIONAL | 07 |
3. | AGENTES AMBIENTAIS | 07 |
4. | INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE | 08 |
5. | AVALIAÇÃO AMBIENTAL | 09 |
6. | VIAS DE PENETRAÇÃO NO ORGANISMO | 10 |...
tracking img