Antropologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1098 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O POVO BRASILEIRO

“Quem somos nós, brasileiros, feitos de tantos e tão variados contingentes humanos?” Darcy Ribeiro.

Como surgiu o povo brasileiro?
1. O Brasil foi regido como feitoria escravista habitada por índios nativos e negros importados.
2. Como um consulado, no qual um povo subportuguês misturado de sangue indígena e africano vivia o destino de um proletariado externo numapossessão estrangeira.
Nessa época os interesses e as aspirações desse povo não foram considerados, porque a única atenção e preocupação era atender aos requisitos de prosperidade da feitoria exportadora.
Então se estimulava o aliciamento de mais índios e a importação de mais negros, para aumentar a força de trabalho fonte de produção dos lucros de Portugal.
Nunca houve um conceito de povo,englobando todos os trabalhadores e lhes dando direitos, nem mesmo o direito mais elementar de trabalhar para se alimentar, se vestir e morar.
A prioridade do lucro sobre a necessidade gerou um sistema econômico acionado por um ritmo acelerado de produção do que o mercado externo exigia, baseado numa força de trabalho afundada no atraso, faminta, porque nenhuma atenção era dada à produção e reproduçãodas condições de existência.
Consequentemente, sempre coexistiu uma prosperidade empresarial e uma penúria generalizada da população local. A sociedade era um conglomerado de pessoas de várias etnias vindas da Europa, África e os nativos daqui, ativadas por uma intensa miscigenação, pelo genocídio brutal que dizimou os povos indígenas e pelo etnocídio radical que descaracterizou culturalmenteíndios e africanos (além, claro, de ter matado literalmente várias etnias!).
Estas condições foram ideais para a transfiguração étnica, isto é, a desindianização dos índios e a desafricanização dos negros, que destituídos de sua identidade foram condicionados a inventar uma nova etnicidade que englobasse a todos.
Assim, ocorreu a fusão de uma massa humana que perdeu a cara: eram ex-índiosdesindianizados e, sobretudo, mestiços, muitas mulheres negras e índias, com poucos brancos europeus.
O núcleo luso com a força das suas armas operacionalizou uma espoliação econômica e quis impor a todos sua fôrma étnica e sua cara civilizatória. No entanto, o povo que nascia ao invés de se reproduzir como português, se configurou como um povo em si e tentou tomar consciência de si mesmo e realizarsuas potencialidades.
Assim, embora elementos de um projeto alheio conseguimos nos viabilizar quando nos afirmamos contra o projeto oficial de sermos proletariado externo para sempre e nos opusemos às vontades dos colonizadores e seus sucessores, visto que pela vontade deles continuaríamos destinados a produzir mercadoria exportável, sem chegarmos a ter um destino próprio.
Ou será quecontinuamos cumprindo esse desígnio sob as ordens da classe dominante atual?
De qualquer forma, o maior susto dos portugueses foi ver o povo que tinham tornado força escrava se rebelar, querer autonomia e se governar. Da mesma maneira, atualmente as classes dominantes ficam perplexas com o fato de descendentes de negros, índios e mestiços pensarem que o país é uma república que deve ser dirigida pelavontade do povo que são eles.
Para Ribeiro (1995), a grande façanha brasileira foi ter se constituído como povo étnica, nacional e culturalmente unificado.
Vale salientar que, o primeiro brasileiro consciente de si foi o mameluco, mistura de índio com europeu, que não se identificava com seus ancestrais indígenas - os quais desprezava - e nem com seus ancestrais europeus - pelos quais eradesprezado - desta forma foi condenado a ser o que não era e nem existia, o brasileiro.
A brasilianidade toma forma através das oposições e do esforço de elaborar uma margem e a consciência de uma entidade étnico-cultural nova, que provavelmente só se fixou com a contribuição do mulato, que vivia uma confusão maior do que a do mameluco, porque se não fosse brasileiro não era nada, já que não se...
tracking img