Antissepticos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5655 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
Marcos Antonio Cyrillo
As infecções hospitalares acometem cerca de 5 a 10% dos pacientes internados nos hospitais, tendo freqüentemente, bactérias multi-resistentes como agentes causais destas infecções.
Estes germes sofreram “pressão seletiva” pelo uso de antimicrobianos, anti-sépticos e desinfetantes. Este fato se tornou evidente nas instituições de saúde, porém mesmo nacomunidade estamos presenciando o aumento da resistência dos microrganismos pelo uso inadequado dos produtos que teriam a finalidade de diminuir o número de germes ou erradicá-los.
As definições abaixo nos auxiliarão no entendimento dos propósitos a serem atingidos, com esta publicação:
Desinfecção – é o processo aplicado a artigos, que elimina microrganismos na forma vegetativa, excetuando-se osesporos bacterianos. Pode ser realizada através de processos químicos ou físicos. Esta definição tem sido considerada classicamente, entretanto, muitos desinfetantes químicos possuem a propriedade de eliminar algumas formas esporuladas;
Limpeza – é a remoção mecânica de sujidade. É realizada pela aplicação de energia mecânica (fricção), química (soluções detergentes, desincrostantes ou enzimáticas) outérmica. O emprego associado de todas estas formas de energia aumentam a eficiência da limpeza;
Descontaminação – a Association of Operating Room Nurses (AORN), em 1998, define como descontaminação qualquer processo físico, químico que serve para reduzir o número de microrganismos num objeto inanimado, para torná-lo seguro para o manuseio subseqüente.
Um esquema para classificação de artigosfoi proposto por Spaulding, em 1968, com o objetivo de racionalizar as indicações de processamento de artigos em unidades de saúde. Spaulding considerou que os artigos podem ser classificados em três categorias, de acordo com o grau de risco de aquisição de infecção envolvido com a utilização dos mesmos. Os artigos são considerados críticos, semi-críticos e não-críticos.
Artigos críticos – sãoartigos que estão envolvidos em alto risco de aquisição de infecção se contaminados com quaisquer microrganismos, incluindo os esporos bacterianos. Estes objetos penetram tecidos estéreis ou sistema vascular e devem ser esterilizados para uso;
Artigos semi-críticos – são artigos que entram em contato com membranas mucosas íntegras ou pele não intacta. Devem estar livres de todos os microrganismos,exceto para grandes números de esporos. Membranas mucosas intactas geralmente são resistentes aos esporos bacterianos mais comuns, porém, são suscetíveis a infecções por micobactérias e alguns
Manual sobre o uso de anti-sépticos 2
vírus. Estes artigos requerem desinfecção de alto nível, através de germicidas químicos ou pasteurização. Itens que se enquadram nesta categoria: equipamentosrespiratórios e de anestesia, endoscopia, entre outros;
Artigos não-críticos – são artigos que entram em contato com pele íntegra, mas não com mucosas. A pele íntegra é uma barreira efetiva a muitos microrganismos. Estes artigos apresentam baixíssimo risco intrínseco pela sua utilização. Entretanto, podem servir de fonte para contaminação das mãos dos profissionais, que por sua vez poderão carrearmicrorganismos para o cantato com outro paciente. Exemplos: comadres, cubas, aparelhos de pressão, utensílios alimentares. Muitos destes artigos podem ser processados na própria unidade onde são utilizados.
Para avaliar a qualidade dos detergentes e germicidas a serem adquiridos, é necessário verificar se eles preenchem os requisitos básicos estabelecidos pela legislação em vigor:
Lei nº 6.360, de23 de setembro de 1976;
Decreto nº 79.094, de 05 de janeiro de 1977;
Portaria nº 15 ou outras que a substituam;
Portaria nº 930, de 27 de agosto de 1992.
Os anti-sépticos e germicidas devem possuir:
Certificado de Registro no Ministério da Saúde, em vigor (cinco anos), com as características básicas de aprovação do produto;
Laudos de testes do INCQS ou laboratório credenciado para...
tracking img