ANOS 80

Páginas: 7 (1621 palavras) Publicado: 12 de maio de 2014
O Serviço Social nos anos 80: as tendências  históricas e teórico 
metodológicas do debate profissional 
 
É, sobretudo com Iamamoto (1982) no início dos anos 80 que a teoria social de Marx inicia sua
efetiva  interlocução  com  a  profissão.    Como  matriz  teórico‐metodológica esta teoria apreende o ser social a partir de mediações. Ou seja, parte da posição  de  que  a  natureza relacional  do  ser  social  não  é  percebida  em  sua imediaticidade. "Isso 
porque, a estrutura de nossa sociedade, ao mesmo tempo em que põe  o  ser  social  como  ser 
de relações,  no  mesmo  instante  e  pelo  mesmo processo, oculta a natureza dessas relações ao observador" (NETTO, 1995) Ou seja, as relações sociais são sempre mediatizadas por situações, instituições etc, que ao mesmo tempo revelam/ocultam  as  relações  sociais  imediatas.  Por 
isso  nesta  matriz  o  ponto  de partida  é  aceitar  fatos,  dados  como  indicadores,  como  sinais
mas   não  como fundamentos últimos do horizonte analítico. Tratase, portanto de um conheci
mento que não é manipulador e que apreende dialéticamente a realidade em seu movimento contraditório. Movimento no qual e através do qual se engendram, como totalidade, as relações sociais que configuram a sociedade capitalista. 
É  no  âmbito  da  adoção  do  marxismo  como  referência  analítica,  que  se  torna hegemônicono Serviço Social no país, a abordagem da profissão como componente da  organização  da  sociedade inserida  na  dinâmica  das  relações  sociais  participando  do processo de reprodução 
dessas relações (cf. IAMAMOTO, 1982). 
Este  referencial,  a partir  dos  anos  80  e  avançando  nos  anos  90,  vai  imprimir direção  ao pensamento  e  à  ação  do  Serviço  Social  no  país.  Vai  permear  as  ações voltadas  à  forma
cão  de  assistentes  sociais  na  sociedade  brasileira  (o  currículo  de 1982 e as atuais diretrizes curriculares); os eventos acadêmicos e aqueles resultantes da  experiência  associativa  dos  pro
fissionais,  como suas  Convenções,  Congressos, Encontros  e  Seminários;  está  presente  na  regulamentação  legal  do  exercício profissional e em seu Código de Ética. Sob sua influência
ganha visibilidade um novo momento e uma nova qualidade no processo de recriação da profissão na busca de sua ruptura com seu histórico conservadorismo (cf. NETTO, 1996, p. 111) e noavanço da produção de conhecimentos, nos quais a tradição marxista aparece hegemonicamente como uma das referências básicas. Nesta  tradição o Serviço Social vai apropriar‐se a 
partir  dos  anos  80  do  pensamento  de  Antonio  Gramsci  e  particularmente  de  suas 
abordagens acerca do Estado, da sociedade civil, do mundo dos valores, da ideologia, 
da  hegemonia,  da  subjetividade  e  da  cultura  das  classes  subalternas.  Vai  chegar  a Agnes Heller e à sua problematização do cotidiano, à Georg Lukács e à sua ontologia 
do  ser  social  fundada  no  trabalho,  à    E.P.  Thompson  e  à  sua  concepção    acerca  das 
"experiências  humanas",  à  Eric  Hobsbawm  um  dos    mais  importantes  historiadores 
marxistas  da  contemporaneidade  e  a  tantos  outros  cujos  pensamentos  começam 
apermear  nossas  produções  teóricas,    nossas reflexões  e  posicionamentos 
ideopolíticos. 
Obviamente,  este  processo  de  construção  da  hegemonia  de  novos  referenciais teórico‐metodológicos e interventivos, a partir da tradição marxista, para a profissão ocorre  em  um 
amplo  debate  em  diferentes  fóruns  de  natureza  acadêmica  e/ou organizativa, além de permear a produção intelectual da área.  Tratase de um debate plural,  que implica  na  convivência  e  no  diálogo  de  diferentes  tendências,  mas  que  supõe  uma  direção  hegemonica.  A 
questão  do  pluralismo,  sem  dúvida  uma  das questões  do  tempo  presente,  desde  aos  anos 80 vem  constituindo  objeto  de polêmicas e reflexões do Serviço Social. Temática complexa ...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • ANOS 80
  • anos 80
  • Anos 80
  • anos 80
  • Anos 80
  • Anos 80
  • Anos 80
  • anos 80

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!