Anatomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 282 (70450 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FICHA TÉCNICA Título:O Vendedor de Sonhos Título Original:O Vendedor de Sonhos Autor:Augusto Cury : Editora: Academia de Inteligência Ltda. Gênero:Ficção Digitalização:Artemio Prilla revisão:Artemio Prilla Data da Digitalização: agosto de 2008 ************************************************************

Seu grande sonho está à venda? O AUGUSTO CURY Coordenação editorial: Pascoal Soto e DéboraGuterman Preparação: Francisco José M. Couto Revisão: Fátima Couto Capa: Marcílio Godói Projeto de miolo e diagramação: Printmark Marketing Editorial Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIPCâmara Brasileira do Livro, SP, Brasil 2008 índices para catálogo 1. Ficção: Literatura brasileira 869.93 2008 Todos os direitos desta edição reservados à Editora Academia de Inteligência Ltda.Avenida Francisco Matarazzo, 1500 - 3o andar - conj. 32B Edifício New York 05001-100-São Paulo-SPwww.academiadeinteligencia.com.br www.editoraplaneta.com.brvendas@editoraplaneta.com.br sistemático: VENDEDOR
DE

SONHOS

Dedico este romance aos queridos leitores de todos os países onde meus livros têm sido publicados. Em especial aos que de alguma forma vendem sonhos por meio da sua inteligência,crítica, sensibilidade, generosidade, amabilidade. Os vendedores de sonhos são freqüentemente estranhos no ninho social. São anormais. Pois o normal é chafurdar na lama do in- dividualismo, do egocentrismo, do personalismo. O seu legado será inesquecível.

Sumário Prefácio,9 O encontro, 13 A apresentação,18 O terremoto emocional, 26 As perdas, 31 O chamado, 38 O primeiro passo, 44 Tirando ogesso da mente, 52 Chamando os complicados, 59 O inusitado sonho de Bartolomeu, 65 Minha casa é o mundo, 69 Um bando de malucos, 76 As pequenas e bravas andorinhas, 86 Os espaços mais sóbrios do manicômio Uma solene homenagem, a Um milagreiro que amava seu ego, 107 Um discípulo pra lá de complicado, 112 Um obsessivo no ninho, 120 Colocando de pernas para o ar um asilo, 129 O templo da informática,142 Descortinando a fábrica de estresse, 153 O veneno do assédio social, 163 A superioridade das mulheres, 174 O templo da moda, um sorriso no caos, 180 Chamando uma modelo e uma revolucionária, 189 As borboletas e o casulo, 203 A jornada, 210 Enviando os discípulos, 218 O vendedor de sonhos no templo financeiro, 232 Abalando alguns pilares da teoria marxista, 242 A casa do terror, 255 Psicótico ousábio?, 270 Se eu pudesse retornar no tempo, 285 Agradecimentos e homenagens, 291

Prefácio Este é meu quarto livro de ficção e meu vigésimo segundo livro. Meus romances, como O futuro da humanidade e A dita- dura da beleza, não objetivam criar tramas que apenas entretêm, divertem, excitam a emoção. Todos eles envolvem teses psicológicas, psiquiátricas, sociológicas e filosóficas. Têm aintenção de provocar o debate, viajar no mundo das idéias e ultrapassar as fronteiras do preconceito. Escrevo continuamente há mais de vinte e cinco anos e publico há pouco mais de oito anos. Tenho mais de 3 mil páginas ainda inéditas, não publicadas. Muitos não entendem por que meus livros são tão procurados, já que não tenho atração por propagandas e, dentro do possível, possuo uma vida social um tantoreclusa. Talvez seja- por causa das viagens pelo território do insondável mundo da mente humana. Sinceramente, não mereço esse sucesso. Não sou um autor capaz de produzir textos com agilidade. Sou, sim, um escritor determinado. Costumo brincar que sou um grande teimoso. Procuro ser um artesão das palavras. Escrevo e reescrevo continuamente cada parágrafo, dia e noite, como se fosse um escultorcompulsivo. Você vai ver neste romance diversos pensamentos que foram esculpidos depois de terem sido reescritos, forjados em minha psique dez ou vinte vezes. Há livros que saem do cerne do intelecto; outros saem das entranhas da emoção. O vendedor de sonhos saiu dos recônditos desses dois espaços. Há muitos anos o venho elaborando, até que chegou o momento de escrevê-lo. Enquanto o escrevia, fui...
tracking img