Analista de sistema tce-pe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5523 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 1 20 s e refira, marque, na f olha de respostas , para cada item: o campo
designado com o código C , caso julgue o item C ERTO ; ou o campo designado com o código E , caso julgue o item E RRADO .
A ausência de marcação ou a marcação de ambos os campos não serão apenadas, ou seja, não receberão pontuação negativa. Para as
devidasmarcações, use a folha de rascunho e, posteriormente, a f olha d e r espostas , que é o único documento válido para a correção
da sua prova.

CONHECIMENTOS BÁSICOS E ESPECÍFICOS
1

4

7

10

13

16

19

22

25

28

Ainda é muito comum o argumento de que, no
combate à pobreza no Brasil não se deve dar o peixe, mas
ensinar a pescar. Os resultados de pesquisas recentes, no
entanto,indicam que ensinar a pescar pode ser muito pouco
para uma grande massa da população que já se encontra em
situação de extrema privação.
A pobreza é uma metáfora para o sofrimento
humano trazido à arena pública e pode ser definida de
maneiras distintas. M uita energia é despendida na busca de
uma definição rigorosa, capaz de distinguir com clareza o
sofrimento suficiente do sofrimentoinsuficiente para
classificar alguém como pobre.
Pesquisas baseadas nesse tipo de definição estimam
que uma fração entre um terço e metade da população
brasileira possa ser considerada pobre. Essa é uma definição
“forte”; e estimativas subjetivas de linhas de pobreza
demonstram que boa parte da população brasileira ainda
consideraria insuficientes as rendas de famílias que se
encontram emníveis superiores aos usados como linha de
pobreza nessas pesquisas.
A insuficiência de recursos nas mãos de parte da
população pode ser entendida como resultado ou de uma
insuficiência generalizada de recursos ou de má distribuição
dos recursos existentes. Logo, o combate à pobreza pode
tomar dois rumos básicos: aumentar-se o nível de recursos
per capita d a sociedade ou distribuírem-semelhor os
recursos existentes. Nada impede, é claro, que as duas coisas
ocorram simultaneamente.

6

Perde-se a idéia de hipótese associada à forma verbal
“possa” ( R.15) ao se substituí-la por p ode , mas preservam-se
a coerência e a correção textuais.

7

Considerando que a flexão de singular preserva a coerência
textual na substituição de “as rendas” ( R.18) pelo seu
correspondentesingular, seria também preservada a correção
gramatical com essa substituição.

8

Na linha 24, se a opção do autor fosse enfatizar o processo,
a substituição da expressão nominal “o combate à pobreza”
pela expressão verbal c ombater à pobreza p reservaria a
coerência e não prejudicaria a correção gramatical do texto.

Com relação à Constituição do Estado de Pernambuco, julgue os
itenssubseqüentes.
9

O Tribunal de Contas da União (TCU), por ser esfera
federal, é hierarquicamente superior aos tribunais de contas
estaduais.

10

Compete ao Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco
(TCE/PE) prover, por concurso público de provas, ou de
provas e títulos, os cargos de confiança e os necessários à
realização de suas atividades, assim definidos por lei.

Quanto à LeiOrgânica do TCE/PE, julgue os itens seguintes.
11

O relator é quem preside a instrução do processo e durante
sua instrução deverá solicitar parecer da Procuradoria Geral,
sendo de seu ilimitado arbítrio o prazo de conclusão de
exigências como a citação ou a audiência dos responsáveis.

12

Em virtude de racionalização e economia processual,
objetivando evitar custo de cobrança superiorao valor do
ressarcimento, o TCE/PE poderá determinar o arquivamento
do processo. Esse procedimento não significa cancelamento
do débito, a cujo pagamento permanece obrigado o devedor.

Marcelo Medeiros. UnB Revista, dez./2003-mar./2004, p. 37 (com adaptações).

Julgue os itens a seguir, a respeito das idéias e das estruturas
lingüísticas do texto acima.
1

Preserva-se a correção...
tracking img