Analise

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1206 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O objetivo desse trabalho é propor uma análise crítica do filme “Quase Deuses”, o diretor Joseph Sargent tinha como meta destacar a segregação racial, seu elenco era composto por, Dante Terrel Smith (Vivien Thomas), Alan Rickman (Alfred Blalock), Mary Stuart Masterson (Dra. Helen Taussig), Kyra Sedgwick (Mary Blalock), Merritt Wever (Sra. Saxon), Doug Olear (Michael Saxon), David Bailey(General), Nat Benchley (Karsh), Gabrielle Union (Clara Thomas), Dave Trovato (Dr. Harmel), Jonathan Watkins (Dr. Kelvin), Douglas Watson (Dean Hamilton) ,foi à público mundial no ano de 2004 , um filme produzido nos Estados Unidos(EUA),o mesmo retratava uma época onde a sociedade não aceitava pacificamente que negros ocupassem lugares de destaque na sociedade, e menos ainda sem formação acadêmica,retrata também a Quebra da bolsa de valores de Nova York , provocando grave crise econômica e financeira com repercussão mundial. O Século XX foi um período de grandes turbulências, pois começou com uma grande depressão e terminou com guerra.
Vivien Thomas era um jovem carpinteiro negro, no qual seu maior sonho era ser médico, mas naquela época os negros eram discriminados,separados como raça inferior, vivendo numa liberdade escravizada, tratados como escória, marginalizados em tudo, onde não podiam frequentar ambientes destinados à elite branca, até mesmo dentro das instituições públicas. Devido a grande depressão Vivien é demitido, logo após consegue um emprego para ser zelador no Laboratório de Cirurgias Experimentais Vanderbilt,onde começa a trabalhar para o Dr.Alfred um médico renomado na época, o mesmo logo vê nele mais que um simples homem negro, mas uma pessoa de grande talento e de fácil aprendizagem. Infelizmente a Depressão o atinge duplamente, pois sumiram as economias de sete anos, que ele guardou com sacrifício para fazer a faculdade de medicina, pois o banco havia falido.
O Dr. Alfred Blalock se torna o novo presidente e chefedo departamento de cirurgias do Hospital Universitário John Hopkins, Vivien vai junto com o Dr. Alfred para o auxiliá-lo nos laboratórios. Logo o Dr. Alfred assume a missão de pesquisar uma solução para uma doença conhecida como o caso do Bebê Azul, manifestada por um problema cardíaco. Muitos na Universidade tentam dissuadir o Dr. Alfred a esquecer do caso, mas ele se mantém firmes nas pesquisasjunto a Vivien Thomas. Finalmente eles encontram uma possível solução por meio de uma intervenção cirúrgica (fato que não era visto com bons olhos, pois até então se acreditava que o coração não poderia ser operado). Juntos eles mudaram o rumo da medicina. Eles desenvolveram um grande feito, efetuam a cirurgia com sucesso.
Mas a critica do filme gira em torno do fato de que apenaso Dr. Alfred ficou com os créditos, pois o resto da sociedade Vivien Thomas não era médico. Ele não era ninguém. Ele era invisível sendo assim deixa o laboratório, mas sua paixão pela medicina falou mais alto, então retorna para o hospital e continua suas pesquisas com o Dr. Blalock , enfim consegue seu reconhecimento. O Dr. Vivien Thomas, nunca cursou o curso de medicina, mas ainda sim, com suadeterminação ele mudou o rumo das pesquisas em torno do coração e chefiou e ensinou diversos médicos nos processos das cirurgias cardíacas merecendo assim esse reconhecimento.

O filme “Quase Deuses” trás vários contextos a serem analisados, como por exemplo, o apartheid, que foi um regime de segregação racial adotado de 1948 a 1994 pelos sucessivos governos do PartidoNacional na África do Sul, onde no filme mostra claramente o grande racismo daquela época, negros não podiam andar na mesma calçada onde um branco passava ,tinham que dar passagem e cumprimentar como se os brancos fossem melhores.
Outro ponto é a questão da bolsa de valores, que na época de 1929 foi devastador pois as ações se desvalorizaram fortemente em poucos dias. Pessoas...
tracking img